GP1

Teresina - Piauí

Jovem executado no Lourival Parente respondia por dois homicídios

Segundo o delegado Danúbio Dias, Railson Alves era envolvido com facção criminosa da zona sul da capital.

O delegado do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Danúbio Dias, revelou em entrevista ao GP1 na manhã desta quinta-feira (13) que a execução do jovem Railson Alves dos Santos, de 20 anos, que foi morto com cinco tiros nesta madrugada no bairro Lourival Parente, zona sul de Teresina, pode ter sido acerto de contas.

De acordo com o delegado, a vítima tinha envolvimento com organização criminosa e era investigado por dois homicídios em Teresina, além de um processo por roubo. A principal linha de investigação da polícia até o momento é que a prática desses crimes tenham relação com a motivação da execução nesta madrugada.

Foto: Alef Leão/GP1Delegado Danúbio Dias
Delegado Danúbio Dias

“A vítima respondia a dois inquéritos por homicídio, no primeiro a vítima chegou a ser denunciada e tinha um mandado de prisão preventiva em aberto. Era acusado de ter assassinado um rapaz em 2020, e também era investigado em um crime que ocorreu no bairro Areias, no segundo semestre do ano passado. A investigação segue na linha de que talvez tenha relação com o envolvimento da vítima nessas duas mortes, e consideramos também a possibilidade de a morte ter sido em razão dele ter envolvimento com organizações criminosas, já que durante essas investigações contra a vítima havia a informação de que ela de fato integrava uma organização criminosa aqui na zona sul”, explicou o delegado.

Execução no Lourival Parente

O delegado Danúbio Dias relatou que Railson Alves estava na calçada de um bar, por volta de 2h, na Rua 15 do Lourival Parente, quando foi surpreendido e alvejado com cinco disparos de arma de fogo, que atingiram a região do tórax e dos braços.

“O departamento foi acionado 2h30 da madrugada para atender essa ocorrência de homicídio no Lourival Parente, na Rua 15. Chegando lá os investigadores confirmaram essa informação de que teria sido um homicídio e a vítima foi encontrada na calçada de um bar, onde possivelmente estava frequentando. Ele apresentava pelo menos cinco disparos de arma de fogo na região do tórax e dos braços”, confirmou o delegado.

Homicídio no bairro Areias

Um dos homicídios que Railson respondia era contra um homem identificado como Douglas Ferreira Mendes Xavier, 28 anos, que foi executado com um disparo de arma de fogo no olho no dia 8 de julho de 2021, por volta de 16h, no bairro Areias, na zona sul de Teresina.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Quintal da casa da vítima
Quintal da casa da vítima

No dia do crime, o GP1 foi ao local e apurou que o rapaz estava dormindo no quintal de casa, na Rua São Raimundo, quando foi abordado por três homens que invadiram o imóvel e efetuaram três tiros. Um disparo atingiu Douglas no olho esquerdo e ocasionou sua morte. Após o crime, os suspeitos fugiram a pé por um matagal nas proximidades.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.