GP1

Pio IX - Piauí

Coren-PI interdita serviço de Enfermagem do hospital de Pio IX

Ao GP1, o prefeito Silas Noronha disse que a decisão foi injusta e que nunca foi procurado pelo Coren.

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou, na quarta-feira (12), a Interdição Ética do Serviço de Enfermagem do Hospital Local Dona Lourdes Mota, no município de Pio IX, após a persistência de irregularidades constatadas durante fiscalização em abril de 2021.

No mês de dezembro, durante uma nova fiscalização, a equipe constatou que algumas irregularidades persistiam e, além disso, novas inadequações foram verificadas como a ausência de enfermeiro em determinados períodos em que ocorre a assistência de Enfermagem na instituição (serviço noturno e intervalos de almoço), bem como de um enfermeiro responsável técnico, e a inexistência de cálculo de dimensionamento de pessoal (quantidade de profissionais de Enfermagem necessários para a realização das atividades).

Foto: Divulgação/Coren-PIServiço de Enfermagem é interditado
Serviço de Enfermagem é interditado

Foi observada ainda pela equipe a reiterada insegurança técnica e iminente risco à integridade física do profissional de Enfermagem durante a assistência aos pacientes, ocasionada pela falta de estrutura física adequada e ausência de condições mínimas para o exercício seguro da profissão.

O Coren-PI suspendeu então todas as atividades dos profissionais de Enfermagem até que sejam solucionadas as irregularidades relacionadas ao serviço executado por eles.

Interdição Ética é definida como a suspensão do exercício profissional quando as condições em que a assistência de enfermagem é prestada colocam em risco a vida dos usuários e/ou da equipe de enfermagem, quando no local de trabalho não existirem condições mínimas para a prática segura das ações de enfermagem.

Outro lado

Ao GP1, o prefeito Silas Noronha disse que a decisão do Coren-PI foi injusta e que ele nunca foi procurado pelo conselho para tratar das irregularidades. "Eu vejo isso como questão política porque eles chegarem e fechar uma enfermagem cheia de pacientes com gripe e covid-19 achou uma injustiça, mas tudo que eles pediram foi cumprido. Eles nunca me notificaram em relação a essas irregularidades, senão eu teria cumprido", afirmou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.