GP1

Madeiro - Piauí

Ex-prefeito de Madeiro Zé Neto é preso pela Polícia Civil

Ele foi preso com armas de fogo no âmbito das investigações sobre a morte do prefeito Zé Filho.

O ex-prefeito de Madeiro, José Cassimiro de Araújo Neto, mais conhecido como Zé Neto, foi preso na manhã desta sexta-feira (21), pela Polícia Civil. Ele foi preso com armas de fogo no âmbito das investigações sobre a morte do prefeito de Madeiro, Zé Filho (Progressistas).

O GP1 apurou que foram expedidos 10 mandados de busca e apreensão. Um deles foi cumprido na casa do ex-prefeito e durante as buscas, os policiais encontraram três armas de fogo. Como o ex-prefeito não possui posse das armas, ele acabou sendo preso.

Foto: Divulgação/FacebookEx-prefeito de Madeiro, Zé Neto
Ex-prefeito de Madeiro, Zé Neto

A ação policial foi realizada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio da Delegacia de Luzilândia e da Força Tática da Polícia Militar.

Após a prisão, o ex-prefeito foi encaminhado para a Delegacia de Luzilândia, onde vai prestar depoimento. O ex-prefeito Zé Neto é tio de Felipe Seixas, assassino confesso do prefeito Zé Filho.

Entenda o caso

O prefeito de Madeiro, José Ribamar de Araújo Filho, mais conhecido como Zé Filho (Progressistas), foi assassinado com três tiros na noite deste domingo (28), no município de Madeiro. O principal suspeito de cometer o crime, identificado como Felipe Seixas, é primo de Zé Filho e sobrinho do ex-prefeito Zé Neto.

Foto: Jota B. DamascenoPrefeito de Madeiro, Zé Filho
Prefeito de Madeiro, Zé Filho

Conforme informações repassadas pela Polícia Militar, o prefeito estava acompanhando uma partida de futebol quando por volta de 18h foi surpreendido pelos disparos, que teriam partido de Felipe Seixas. O prefeito Zé Filho foi atingido com três tiros, sendo um na cabeça, um no peito e outro no ombro. Ele ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital de Luzilândia, mas não resistiu aos ferimentos.

Prisão de Felipe Seixas

Felipe Anderson Seixas de Araújo foi preso no dia 03 de dezembro de 2021, acusado de assassinar o prefeito de Madeiro, Zé Filho (Progressistas), com três tiros, no dia 28 de novembro de 2021.

Felipe Seixas foi preso em Teresina após uma negociação entre a Polícia Civil e a defesa do acusado. Ele confessou o crime à polícia e disse que a motivação seria uma perseguição que estaria sofrendo do prefeito.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.