Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Wilson Brandão diz que divergências provocaram rompimento com Wellington

"Os pontos divergentes pesaram mais para a minha decisão de continuar no Progressistas", disse Brandão.

O GP1 conversou com o deputado estadual Wilson Brandão na manhã desta terça-feira (01) sobre a decisão de permanecer filiado ao Progressistas e, conseguintemente, em oposição ao Governo Wellington Dias (PT-PI) de quem já foi politicamente aliado.

Ele reafirmou as informações trazidas por nossa reportagem acerca da reunião que teve em dezembro do ano passado com Wellington. De acordo com Brandão, a conversa foi de alto nível, mas os pontos divergentes pesaram mais para a decisão de rompimento.

Foto: Alef Leão/GP1Wilson Brandão
Wilson Brandão

“Estive com o governador no final de dezembro e na nossa conversa de alto nível, de dois homens com mais de 30 anos de vida pública, alinhamos pontos convergentes e apresentamos pontos divergentes. E os pontos divergentes pesaram mais para a minha decisão de continuar no Progressistas. Mas fica o respeito pelo governador e meus agradecimentos por ter feito parte de sua equipe de governo”, declarou Brandão.


TCE

O afastamento entre Wilson Brandão e o governador ocorreu depois da eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) no ano passado. Brandão que era um dos concorrentes, acabou perdendo o pleito para a ex-deputada Flora Izabel, que era do PT, mesmo partido de Wellington Dias.

À época, a vitória de Flora foi atribuída a interferência do governador no processo. O pedido de Wilson era pela neutralidade do chefe do Palácio de Karnak, haja vista que, assim como Flora, ele também era da base aliada de Wellington Dias.

Secretaria

Desde o processo, Wilson Brandão decidiu não voltar para o comando da secretaria da Mineração do Estado, em um sinal claro de sua insatisfação com a postura do governador.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.