GP1

Teresina - Piauí

Força Tarefa prende um dos líderes da facção "Bonde dos 40" em Teresina

Em um vídeo divulgado pela SSP, o acusado está em um carro exibindo armas de fogo pelas ruas de Teresina.

A Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) prendeu um dos líderes da facção “Bonde dos 40”, conhecido como “Nego Júlio”, de 21 anos, na manhã deste sábado (26), no bairro Nova Teresina, zona leste da Capital. Em um vídeo divulgado pela SSP, o acusado aparece dentro de um carro exibindo armas de fogo.

Em entrevista ao GP1, o major Audivam, comandante da Força Tarefa, afirmou que o acusado tem dois mandados de prisão em aberto, sendo um por assalto e outro que corre em segredo de justiça, além de envolvimento com tráfico de drogas e assaltos a mão armada.

“Indivíduo altamente perigoso, faccionado, um dos chefes de uma facção que age na zona sul de Teresina. Ele tem dois mandados de prisão, um corre em segredo de justiça e o outro por assalto. Envolvido com assaltos a mão armada, tráfico de drogas. Nós estávamos com uma semana no encalço dele, ontem a gente fechou o cerco contra ele na Nova Teresina, ele conseguiu fugir, ainda trocou tiros com os policiais, se escondeu em uma lagoa, mas hoje nas primeiras horas conseguimos chegar ao paradeiro dele e executamos a prisão dele”, relatou o major.

Foto: Divulgação/SSPIndivíduo conhecido como Nego Júlio é preso pela Força Tarefa
Indivíduo conhecido como Nego Júlio é preso pela Força Tarefa

Após a prisão, ele ainda foi encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) devido a uma torção no joelho por conta da tentativa de fuga. Após exames no HUT, ele será devidamente encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina para os procedimentos cabíveis ao caso e agora se encontra a disposição da Justiça para o cumprimento do mandado nos sistema penal.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.