Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Greve dos motoristas de ônibus entra no quinto dia em Teresina

A expectativa, ainda assim, é que nesta sexta (17) haja uma rodada de conversas para acabar com a greve.

A greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Teresina entrou no quinto dia consecutivo, nesta sexta-feira (17), mesmo com a decisão favorável ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro), que conseguiu na Justiça do Trabalho o pagamento do salário referente ao mês de fevereiro.

Como forma de garantir o pagamento, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) anunciou ainda na noite de ontem o repasse de R$ 1,5 milhão ao Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros (Setut), para que o salário e benefícios aos trabalhadores do transporte público da capital referentes ao mês de fevereiro fossem assegurados.

Foto: Alef Leão/GP1Trabalhadores esperam por ônibus na Avenida Frei Serafim
Trabalhadores esperam por ônibus na Avenida Frei Serafim

Apesar de todas as tratativas envolvendo Sintetro, Setut e Prefeitura de Teresina, os motoristas deixaram claro que o pagamento do salário atrasado, por si só não é suficiente para determinar o fim da greve, que tem entre outras reivindicações a assinatura de um acordo coletivo para garantir o que for acordado entre patrões e empregados.

A expectativa, ainda assim, é que nesta sexta-feira (17) haja uma nova rodada de conversas, a fim de finalizar o movimento paredista, que se arrasta ao longo da semana.


Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.