Fechar
GP1

Santo Inácio do Piauí - Piauí

Prefeito de Santo Inácio do Piauí é multado por propaganda eleitoral antecipada

Tairo Moura Mesquita também foi multado em R$ 53 mil por divulgação de pesquisa fraudulenta.

O prefeito de Santo Inácio do Piauí, Tairo Moura Mesquita, e o pré-candidato a prefeito, Auro Aparecido de Carvalho, foram multados em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada e em R$ 53.205,00 (cinquenta e três mil e duzentos e cinco reais) por divulgação de pesquisa eleitoral não registrada. A decisão foi proferida durante o julgamento realizado na última quinta-feira (09) pelo juiz da 90ª Zona Eleitoral de Simplício Mendes, Luiz de Moura Correia.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Eleitoral, o prefeito, o pré-candidato, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Santo Inácio do Piauí e a empresa Intenção Instituto Pesquisa Ltda foram acusados de praticar propaganda eleitoral antecipada e realizar pesquisa eleitoral irregular.

Foto: Alef Leão/GP1Prefeito Tairo Mesquita
Prefeito Tairo Mesquita

Segundo o parecer da Promotoria Eleitoral da 90ª Zona Eleitoral, em evento de filiação datado em 22 de março de 2024 o prefeito Tairo Moura Mesquista divulgou uma pesquisa eleitoral fraudulenta feita pela Intenção Instituto de Pesquisa LTDA, em que o pré-candidato Auro Aparecido de Carvalho tinha 92% de aprovação entre os eleitores.

Entretanto, o que foi constatado é que o levantamento feito pela empresa tinha intenção de induzir o eleitorado ao erro. Durante o evento, o prefeito também declarou que “de cada 10 casas entrevistadas, oito votam no pré-candidato”. O promotor Paulo Maurício Araújo Gusmão, da 90ª Zona Eleitoral, afirmou que a pesquisa não possuía registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e mesmo assim era amplamente divulgada nas redes sociais de Tairo Moura e Auro Aparecido.

“Conforme pesquisas no sistema PesqEle, do Tribunal Superior Eleitoral, não há registro de pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Intenção Ltda. para o município de Santo Inácio do Piauí referente às Eleições 2024. Além disso, foi verificado que no perfil de Auro Aparecido de Carvalho em rede social há vídeos com divulgação da suposta pesquisa, nos quais Taíro Moura Mesquita segura uma pasta em papel cartão azul com a logo do instituto de pesquisa, reafirmando o percentual de aprovação”, afirmou o promotor.

Em seu parecer, o magistrado acatou parcialmente a denúncia do órgão ministerial, visto que o instituto de pesquisa e o Diretório do partido não participaram da divulgação do material.

Outro lado

Procurado pelo GP1, o prefeito Tairo Moura Mesquita não foi localizado. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.