Fechar
GP1

Teresina - Piauí

DHPP indicia 7 pessoas por envolvimento no latrocínio de empresário em Teresina

O crime ocorreu no dia 1º de abril deste ano, no povoado Cacimba Velha, zona rural leste de Teresina.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio do delegado Divanilson Sena, indiciou sete pessoas por envolvimento no assassinato do empresário do ramo de energia solar, Antônio Francisco dos Santos Sousa, ocorrido no último dia 1º de abril deste ano, no povoado Cacimba Velha, zona rural leste de Teresina.

Dos sete indiciados, cinco estão presos. São eles: o casal Maria Pereira da Silva e Kalina Sampaio Rodrigues, o pai de santo Anderson Luz da Silva, mais conhecido como “Pai Anderson”, a garota de programa Kauana Maria e Jandeilson Rocha Ferreira. Outros dois, que brevemente terão os nomes revelados pela Polícia Civil já foram indiciados e, atualmente, são considerados foragidos da Justiça.

Foto: ReproduçãoEmpresário Antônio Francisco dos Santos Sousa
Empresário Antônio Francisco dos Santos Sousa

“Restam duas pessoas a serem presas e a gente finalizar totalmente o caso. Na verdade, o caso já foi remetido ao Poder Judiciário, com indiciamento das sete pessoas diretamente envolvidas, cinco delas estão presas, uma foi liberada em razão da contribuição e a gente não vislumbrou indícios de participação dela. Em breve a gente vai divulgar na imprensa, para que a sociedade possa auxiliar na prisão dessas duas pessoas, que já estão com mandados de prisão expedidos, mas o inquérito já foi finalizado com o pedido de prisão preventiva de todos esses sete envolvidos”, explicou o delegado Divanilson Sena ao GP1.


Foto: Lucas Dias/GP1Delegado Divanilson Sena
Delegado Divanilson Sena

Participação dos indicados no crime

De acordo com o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) o casal Maria Pereira da Silva e Kalina Sampaio Rodrigues teve participação direta na execução do crime. Tanto Maria Pereira como Kalina Sampaio arquitetaram o assassinato, depois de transferirem o valor de R$ 90 mil da conta do empresário, que foi dopado para não perceber que estava sendo roubado.

Foto: Brunno Suênio/GP1Maria Pereira e Karine foram presas suspeitas de matar o empresário Antônio Francisco
Maria Pereira e Kalina Sampaio presas suspeitas de matar o empresário Antônio Francisco

Para a concretização do crime, elas contaram com a ajuda de duas garotas de programa, que doparam a vítima e, em seguida, outros dois homens que colocaram o empresário, desacordado, no próprio veículo, uma Toyota Hilux, que foi utilizada pelos criminosos para desovar o corpo em um terreno na Cacimba Velha. Ao final, Maria Pereira e Kalina Sampaio procuraram o pai de santo Anderson Luz da Silva para buscar proteção espiritual e o pagaram o valor de R$ 5 mil, como parte do dinheiro roubado da vítima.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.