Fechar
GP1

Luís Correia - Piauí

Polícia Civil prende 4 pessoas durante Operação Barra Grande

A ação contou com o apoio operacional da Força Estadual de Segurança Pública (FEISP) e do 24º BPM.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Repressão e Combate ao Tráfico de Drogas de Luís Correia deflagrou a “Operação Barra Grande” nessa sexta-feira (07) e prendeu quatro pessoas durante o cumprimento a 07 mandados de busca e apreensão domiciliar e 01 mandado de prisão temporária no vilarejo de Barra Grande e na zona urbana de Cajueiro da Praia.

A ação contou com o apoio operacional da Força Estadual de Segurança Pública (FEISP) e da Força Tática do 24° BPM.

Durante a operação, foram apreendidas grandes quantidades de drogas (crack, maconha e cocaína), mudas de maconha, uma espingarda calibre 12 municiada, uma pistola G2C calibre 9mm, munições de 9mm, 12 e .38, balanças de precisão, dinheiro em espécie, celulares e uma moto utilizada para realizar entregas de drogas.


Os presos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo de calibre restrito, corrupção de menores, e dois deles também responderão por resistência.

Entenda o caso

As investigações apuram a autoria de uma dupla tentativa de homicídio ocorrida na praça de Barra Grande no último dia 18 de maio. Após intensa investigação, a DFHT de Luís Correia identificou alguns dos autores e a facção à qual pertencem.

Foi então representado por buscas e prisões, que resultaram na operação desencadeada nessa sexta-feira (07).

O grupo investigado e preso é suspeito de compor uma célula de uma facção paulista na região de Cajueiro da Praia e de estar envolvido na dupla tentativa de homicídio ocorrida na praça de Barra Grande. As investigações acerca deste crime seguem em sigilo.

Ainda na tarde dessa sexta-feira, a DFHT de Luís Correia, com apoio do 24° BPM, deu cumprimento a outro mandado de prisão temporária em desfavor de um indivíduo investigado por integrar organização criminosa e tráfico de drogas em Luís Correia. Tal indivíduo é suspeito de integrar uma facção de origem cearense.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.