GP1

Piauí

OAB-PI emite nota de repúdio contra violência praticada contra adolescentes em Castelo do Piauí

Para a OAB o crime evidência a necessidade de punições mais rígidas para quem comete crimes de violência de gênero e pede uma apuração rigorosa por parte das autoridades policiais.

Nesta quinta-feira (28), a Ordem dos Advogados do Brasil – secção Piauí divulgou uma nota de repúdio ao crime realizado contra quatro jovens no município de Castelo do Piauí, na última quarta-feira (27). Para a OAB o crime evidencia a necessidade de punições mais rígidas para quem comete crimes de violência de gênero. O órgão ainda pede uma apuração rigorosa por parte das autoridades policiais.

Confira a nota na íntegra:


A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, por meio da Comissão da Mulher Advogada, vem a público manifestar seu repúdio aos atos de violência sexual e física praticados contra quatro adolescentes com idade entre 15 e 17 anos na cidade de Castelo do Piauí, região Norte do Estado, nessa quarta-feira (27).

O crime bárbaro, além de chocar toda a população piauiense, evidencia a necessidade de punições mais rígidas contra a violência de gênero, que possui números alarmantes em nosso Estado. A conduta dos agressores merece rechaço e apuração rigorosa das autoridades policiais, a fim de coibir esse tipo de prática criminosa, que traz danos irreversíveis à integridade de suas vítimas.

Condenando todos os atos de violência praticados contra as mulheres, a OAB-PI assegura à população piauiense que envidará todos os esforços no sentido de acompanhar as investigações para que os autores do crime sejam punidos na forma da lei. Além disso, designará representantes das Comissões da Mulher Advogada e Apoio à Vítima de Violência para visitar as vítimas, bem como seus familiares, dando-lhes todo o apoio necessário.


Curta a página do GP1 no facebook: www.facebook.com/PortalGP1
Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.