GP1

Piauí

Dois bandidos acusados de assalto a banco morrem no Piauí

A morte dos mesmos aconteceu durante troca de tiros com a polícia, no final da manhã desta terça-feira (10).

Na tarde desta terça-feira (10), a Secretaria de Segurança do Piauí (SSP) confirmou a morte de mais dois acusados de tentarem assaltar o Banco do Brasil de Curimatá, no sul do Estado. Na madrugada de hoje, os mesmos foram perseguidos após fazerem duas pessoas reféns e trocarem tiros com a polícia.

Os dois criminosos foram mortos durante troca de tiros com policiais, no final da manhã de hoje, na zona rural da cidade de Morro Cabeça No Tempo. Segundo a assessoria de imprensa, os policiais encontraram dois fuzis com eles.

Além desses, outros acusados estão cercados por policiais do Piauí, Pernambuco e Bahia em uma mata, na região de Curimatá. A operação policial acontece após os mesmos reagirem à tentativa de prisão. Até o momento, quatro pessoas morreram e quatro estão presas sob acusação de dar apoio aos assaltantes.
Imagem: Divulgação Agência do Banco do Brasil de Curimatá(Imagem:Divulgação) Agência do Banco do Brasil de Curimatá

Relembre o caso
 
No início da madrugada da última quinta-feira (05), uma quadrilha interestadual explodiu a agência do Banco do Brasil da cidade de Curimatá, região sul do Estado. Durante confronto com a polícia dois criminosos acabaram mortos.

Segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu, a Polícia Civil do Piauí recebeu informações que um grupo de assaltantes da Bahia havia se deslocado para região sul piauiense e, desde então, foram deslocadas equipes para fazer o mapeamento dos possíveis locais que o bando poderia atuar.

Até o momento quatro pessoas estão presas, entre elas, o vigilante de uma escola e um pré-candidato a vereador da cidade de Avelino Lopes, a cerca de 48 km de Curimatá.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.