GP1

Piauí

Moradores realizam protesto na Barragem Pedra Redonda

Geraldo Magela afirmou que o engenheiro esteve no local e verificou que os “vazamentos” apontados pela população são, na verdade, pontos de alívio de pressão da barragem.

Cerca de 700 moradores do município de Conceição do Canindé realizaram, nesta quarta-feira (30), uma manifestação na Barragem Pedra Redonda para alertar a população ribeirinha sobre os riscos da barragem e cobrar soluções dos problemas já constados por laudos técnicos.

Dado divulgado pela Agência Nacional das Águas (ANA) mostra que a Barragem Pedra Redonda está entre as 15 barragens que classificadas como Dano Potencial Associado (DPA), que significa que, caso a barragem se rompa, poderá causar muitas mortes e grande destruição ambiental e material.

  • Foto: DivulgaçãoManifestação aconteceu nesta quarta-feiraManifestação aconteceu nesta quarta-feira

Na segunda-feira (28), o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Geraldo Magela, informou que as onze barragens de responsabilidade do Governo do Estado passam por monitoramento regularmente e não correm risco de rompimento. Dentre elas estão: Bezerro, Emparedado e Atalaia que também constam na lista da ANA.

Sobre a Barragem Pedra Redonda, que tem sido alvo de preocupação dos moradores, Geraldo Magela afirmou que o engenheiro esteve no local e verificou que os “vazamentos” apontados pela população são, na verdade, pontos de alívio de pressão da barragem.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Governo do Piauí adota medidas preventivas em relação a barragens

Governo do Estado intensifica fiscalização nas barragens do Piauí

Idepi monitora 11 barragens e descarta risco de rompimento

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.