GP1

Piauí

TRE do Piauí reprova prestação de contas do Diretório do PSDB

A sessão foi conduzida pelo vice-presidente do TRE-PI, desembargador Pedro de Alcântara da Silva Macêdo. O relator do processo foi o juiz Thiago Mendes de Almeida Férrer.

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) reprovou as contas do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) referente a campanha eleitoral de 2018. O julgamento aconteceu, nessa segunda-feira (29), e a decisão foi por unanimidade e em consonância com o parecer do Procurador Regional Eleitoral, Leonardo Carvalho Cavalcante de Oliveira. Atualmente o ex-deputado Luciano Nunes é o presidente estadual do partido.

A Coordenadoria de Controle Interno e Auditoria do TRE-PI (COCIN), emitiu parecer conclusivo opinando pela desaprovação das contas do PSDB em razão das seguintes irregularidades: Atraso no envio dos relatórios financeiros de campanha no prazo estabelecido pela legislação eleitoral, omissões relativas às despesas constantes na prestação de contas e aquelas presentes na base de dados da Justiça Eleitoral e a não destinação do valor mínimo do Fundo Partidário relativa à cota de gênero para as candidaturas femininas.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Luciano NunesLuciano Nunes

O tribunal resolveu ainda determinar a suspensão do repasse das cotas do Fundo Partidário do PSDB pelo prazo de um 1 mês.

A sessão foi conduzida pelo vice-presidente do TRE-PI, desembargador Pedro de Alcântara da Silva Macêdo. O relator do processo foi o juiz Thiago Mendes de Almeida Férrer.

Outro lado

O ex-deputado Luciano Nunes não foi localizado pelo GP1.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.