GP1

Piauí

Secretaria de Segurança Pública nega tiroteio no Corso de Teresina

De acordo com a coordenação do Centro Integrado de Comando e Controle montado (CICC), seis ocorrências foram registradas e oito pessoas foram conduzidas para Central de Flagrantes.

A Secretaria de Segurança do Piauí (SSP-PI) disse neste domingo (24), que informações que surgiram em redes sociais sobre tiroteios e mortes durante o Corso de Teresina 2019 são falsas. A festa aconteceu na Avenida Raul Lopes, neste sábado (23).

De acordo com a coordenação do Centro Integrado de Comando e Controle montado (CICC), seis ocorrências foram registradas e oito pessoas foram conduzidas para Central de Flagrantes. Os boletins de ocorrência registrados no centro integrado foram sobre furtos de celulares e documentação perdida.

A Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), informou que foram encontradas trouxas de cocaína e R$ 300 em dinheiro trocado em posse dos suspeitos, que foram conduzidos para Central de Flagrantes. Após a assinatura doTermo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), os detidos foram liberados.

Mais de 900 agentes

De acordo com o comandante da Força Tarefa da Segurança, major Audivam Nunes, ao todo mais de 900 agentes foram espalhados em todo o corredor da folia.

Câmeras de monitoramento

15 câmeras de segurança foram utilizadas para auxiliar os trabalhos dos agentes de segurança e ajudaram a identificar os crimes.

Confira a nota da SSP na íntegra:

Informações em redes sociais sobre tiroteios e mortes durante o Corso de Teresina 2019 são falsas.

De acordo com a coordenação do CICC tudo não passa de boatos. Durante o evento não foi registrado nenhum evento desta natureza.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Corso de Teresina conta com mais de 900 agentes de segurança

Polícia amplia ação contra importunação sexual no Corso de Teresina

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.