GP1

Piauí

Defesa de Lívia Oliveira diz que empresária não está sendo monitorada

Lívia Saraiva de Oliveira havia sido presa pela Polícia Federal no âmbito da Operação Topique.

Em resposta à matéria “Empresária Lívia Oliveira será monitorada por tornozeleira”, publicada na última sexta-feira (22), a defesa da empresária informou ao GP1 que a decisão do monitoramento eletrônico foi revogada pelao TRF-.1 Lívia Saraiva de Oliveira foi presa pela Polícia Federal na Operação Topique.

O juiz Agliberto Gomes Machado, da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, determinou no dia 20 de fevereiro que a empresária fosse fiscalizada por meio de monitoração eletrônica. No dia 14 de março a decisão foi revogada por ocasião de um habeas corpus impetrado pela defesa.

Confira a nota na íntegra:

A defesa de Lívia Saraiva informa que a medida de monitoramento eletrônico foi revogada por ordem judicial exarada pelo Tribunal Regional Federal da Primeira Região por ocasião de habeas corpus impetrado pela defesa. A decisão que revogou o monitoramento data de 14 de março. A defesa reitera que Lívia pugna pela sua inocência a qual será demonstrada regularmente no curso da ação judicial.

Dimas Simões, advogado de defesa

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.