GP1

Piauí

Cabeleireiro Juscelino Andrade diz que nunca envenenou animais

O profissional afirmou que o episódio que ele narrou no vídeo aconteceu quando ele tinha 11 anos de idade e que não foi o autor do crime.

Após repercussão negativa na internet, o cabeleireiro Juscelino Andrade, da cidade de Picos, que apareceu em um vídeo falando como envenenar um gato, esclareceu que nunca cometeu qualquer crime contra animais. Nessa terça-feira (12) o profissional divulgou novo vídeo explicando que a ação narrada por ele tinha sido praticada por um primo há mais de 10 anos.

Na publicação, o cabeleireiro relatou que o caso aconteceu quando ele tinha 11 anos de idade e que não foi o autor do biocídio, crime cometido contra animais, provocando sua morte. “Eu espero que as pessoas que estão me acusando disso tenham mais responsabilidade em avaliar os fatos, eu estava contando uma história que aconteceu em 2001, eu tinha 11 anos de idade, ainda morava no interior. Um primo meu, miseravelmente, cometeu esse ato, mas esse meu primo já até faleceu”, detalhou em trecho do vídeo.

A post shared by Juscelino (@juscelinoandrade_06)

Juscelino informou que após a repercussão do vídeo, ele e o amigo que fez a publicação estão recebendo ameaças por algo que não fizeram e por contarem uma história antiga. “Não tenho intenção de nada, de dar apologia a nada, de incentivar nada, jamais. Até ameaças eu já recebi, até ameaças o meu amigo que postou [o vídeo] também está recebendo”, desabafou.

Na rede social, o profissional pediu perdão por tudo. A repercussão do seu vídeo de esclarecimento gerou vários comentários negativos, onde muitas pessoas falam que, ainda que Juscelino não tenha cometido o crime, ele detalhou o sofrimento do animal sorrindo. Por outro lado, alguns amigos do cabeleireiro saíram em sua defesa, relatando que sabem de sua índole e que ele não seria capaz de cometer o crime. Após publicar o vídeo de esclarecimento, Juscelino não se manifestou mais na rede social.

Entenda o caso

Um vídeo compartilhado nas redes sociais, em que registra Juscelino Andrade explicando como envenenar um gato, gerou bastante repercussão em Picos.

A ONG Amigos Protetores dos Animais de Picos (APAPI) emitiu uma nota de repúdio e anunciou que tomou medidas judiciais em relação ao ocorrido.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.