GP1

Piauí

Ônibus vão parar de circular 100% em Teresina nesta segunda (25)

Segundo o Sintetro, a ação não foi puxada pelo sindicato e está sendo articulada pelos próprios trabalhadores, que reivindicam direitos como tickets de alimentação.

Motoristas e cobradores de ônibus do sistema de transporte coletivo de Teresina anunciaram neste domingo (24) que vão cruzar os braços nesta segunda-feira (25). A categoria garante que 100% dos ônibus deixarão de circular nessa paralisação.

O movimento não está sendo puxado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), como informou o secretário de imprensa da entidade, Miguel Arcanjo. Ele explica que a ação está sendo articulada pelos próprios trabalhadores, que reivindicam direitos como tickets de alimentação.

“Trabalhadores vão parar mais uma vez, amanhã. Sem interferência do sindicato. De manhã, segundo estão comentando nos grupos, não sairá nenhum ônibus”, disse ao GP1.

Foto: Lucas Dias/GP1 Garagem da empresa de ônibus Emtracol
Garagem da empresa de ônibus Emtracol

Um vídeo divulgado pelo sindicato mostra um dos trabalhadores que está na linha de frente do movimento, o motorista Cândido. No registro, ele pede a compreensão da população e explica que a categoria fez o possível para não parar, mas nesse contexto se viu obrigada a tomar uma atitude.

“Amanhã haverá uma paralisação geral por parte dos motoristas e cobradores do sistema urbano, por conta de toda essa emblemática que estamos vivendo e mediante todas essa tentativas de negociações que não foram solucionadas. Agora por último foi barrada a única coisa que nós, pais de família, ainda tínhamos como esperança para botar o pão de cada dia na mesa, o ticket alimentação foi tirado de forma brusca e cruel, então, mediante tudo isso e muito mais direitos que foram tirados, vamos fazer essa paralisação, pedimos a compreensão de toda a população”, declarou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.