GP1

Piauí

Jovem precisa de doação de medula óssea e família pede ajuda no Piauí

Ewerton Carvalho de Albuquerque, de 31 anos, foi diagnosticado com Aplasia de Medula em maio de 2021.

Um jovem chamado Ewerton Carvalho de Albuquerque, de 31 anos, que reside na zona leste de Teresina, diagnosticado em maio deste ano com Aplasia de Medula, tem passado por tratamentos de saúde e precisa de doação de medula óssea. Com isso, a família iniciou uma campanha na internet, buscando possíveis doadores que possam o ajudar a recuperar a saúde.

O GP1 conversou com a esposa de Ewerton, Larissa Machado Lopes, e apurou a situação do jovem. “Desde maio desse ano, começamos a investigação porquê, aparentemente, ele se mostrava anêmico. Quando saíram os primeiros resultados, achávamos que ele iria apresentar apenas anemia por falta de ferro no sangue, mas, infelizmente, não foi como esperávamos. Foi quando iniciamos exames mais aprofundados com um hematologista, passamos mais de 30 dias para receber o resultado da biópsia que o médico solicitou, foi quando descobrimos que ele estava com aplasia medular. Nesse tempo de espera do resultado as plaquetas dele despencaram e ele iniciou as transfusões de sangue, e até agora ele vem tomando duas bolsas de sangue a cada 20 dias”, explicou.

Foto: Reprodução/WhatsAppEwerton Carvalho e Larissa Machado
Ewerton Carvalho e Larissa Machado

Após os resultados, a família do jovem começou a campanha para encontrar possíveis doares. Segundo Larissa, os irmãos de Ewerton realizaram exames com intuito de serem os doadores de medula óssea, mas não eram compatíveis.

“Com o diagnóstico de aplasia medular, os irmãos dele foram fazer os testes de compatibilidade, pois eram a maior probabilidade de compatibilidade, 100%, mas, infelizmente, deu negativo, foi quando começamos essa campanha, estamos em busca todos os dias de pessoas que possam se voluntariar como doadores de medula óssea”, explicou.

Conforme explicou Larissa, os interessados em ajudar precisam ir ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) e realizar um cadastro, explicando que desejam ser doadores. “Estamos pedindo que as pessoas se direcionem até o hemocentro da sua cidade e façam seu cadastro como doadoras”, disse.

Além disso, Larissa explicou que Ewerton está desempregado, devido a sua baixa imunidade, e contou que o casal está à espera de sua primeira filha, chamada Maya. Com isso, eles pedem ainda uma ajuda com qualquer quantia para que possa ajudar na situação em que se encontram. Foi diponibilizada uma vaquinha online, e os interessados em ajudar devem acessar o site.

"Já foram repassadas pelo médico as medicações que ele vai precisar tomar todos os dias e com isso ele está desempregado, não pode trabalhar por conta da sua imunidade que está prejudicada, e estamos à espera da nossa primeira filha que se chama Maya", finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.