GP1

Piauí

Piauí teve o maior número de mortes dos últimos 10 anos em 2020, diz IBGE

O ano de 2020 foi marcado pelos primeiros casos e mortes causadas pela pandemia da covid-19.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou um levantamento com os dados das Estatísticas do Registro Civil nesta sexta-feira (19) informando que o Piauí teve, no ano de 2020, um aumento de 12,5% na quantidade de mortes em relação ao ano anterior, sendo o maior crescimento de óbitos dos últimos dez anos.

O ano de 2020 foi marcado pelos primeiros casos e mortes causadas pela pandemia da covid-19. De acordo com o IBGE, o estado teve 18.436 mortes de habitantes registradas no ano de 2019, e no ano de 2020 foram 20.749 óbitos, mais 2.313 pessoas em relação ao ano anterior.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Cemitério do bairro Renascença
Cemitério do bairro Renascença

Situação semelhante foi verificada no Brasil, que teve aumento de 14,9% na quantidade de óbitos entre 2019 e 2020. Isso significa que ocorreram 196 mil mortes a mais em 2020, quando comparado ao ano anterior. O aumento médio anual que foi de 1,8% entre 2010 e 2019, subiu para 3,1% com os dados de 2020.

Todos os estados do país tiveram crescimento de óbitos em 2020. O Piauí teve o quinto menor aumento (12,5%), à frente apenas do Paraná (10,6%), Santa Catarina (9,5%), Minas Gerais (7,9%) e Rio Grande do Sul (4%). O Amazonas registrou a maior variação, com crescimento de 32%.

No Piauí, em 2020, cerca de 58,4% dos falecidos eram do sexo masculino e 41,6% do sexo feminino. A maior parcela de óbitos ocorreu entre pessoas idosas, com idade de 80 a 84 anos, com 2.567 registros, o que representa 12,3% do total de mortes. O maior pico de mortes do estado ocorreu no mês de julho, com 2.064 ocorrências, o equivalente a 10,3% do total de óbitos.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.