GP1

Piauí

APPM vai contratar empresa e aviso de licitação não foi publicado no TCE

O aviso de licitação também não informa quanto a APPM pretende gastar com a contratação.

A Associação Piauiense de Municípios - APPM, presidida pelo prefeito Paulo César (Progressistas), vai realizar licitação na modalidade carta-convite, de forma presencial, para contratar empresa para prestação de serviços de criação e gerenciamento de gestão de mídias, compreendendo a cobertura de eventos relacionados à APPM, acompanhamento da agenda da presidência, clipagem eletrônica de notícias, peças e artes publicitárias, matérias jornalísticas e alimentação das redes sociais e site da APPM.

Chama atenção o fato do aviso de licitação não estar disponível nem no Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI), nem no próprio site da APPM. O aviso de licitação também não informa quanto a APPM pretende gastar com a contratação.

Com a necessidade de distanciamento social imposta pela pandemia da covid-19 - doença provocada pelo novo coronavirus -, o TCE/PI tem reiterado que seus jurisdicionados devem priorizar a realização de licitações do tipo pregão eletrônico, em lugar de presencial, a fim de evitar aglomerações que facilitem o contágio dos participantes pelo agente patogênico.

Além da falta de segurança sanitária, a realização de certames na modalidade tradicional em meio à atual situação pode prejudicar o caráter competitivo das disputas, resultando em potenciais contratações desfavoráveis ao interesse da administração pública.

Confira o aviso de licitação:

Foto: ReproduçãoAviso de licitação APPM
Aviso de licitação APPM

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.