GP1

Piauí

Justiça suspende decreto e impede abertura do comércio em Teresina

O juiz Aderson Nogueira determinou a intimação do Município de Teresina para cumprir a decisão judicial.

O juiz Aderson Antônio de Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina, acaba de deferir liminar em ação civil pública ajuizada pelo Estado do Piauí, suspendendo os efeitos do decreto municipal que autorizava o funcionamento dos serviços essenciais nesta sexta-feira (16).

Na ação, o Estado alegou que o decreto editado pelo Município de Teresina relativiza e enfraquece as medidas sanitárias adotadas pelo decreto editado pelo Estado do Piauí, no período compreendido entre os dias 12 a 18 de abril de 2021.

Foto: Hélio Alef/GP1Aderson Nogueira
Aderson Nogueira

Argumentou que o decreto municipal nº 20.849/21 autoriza a abertura do comércio, bares e restaurantes com a consequente livre circulação e aglomeração de pessoas, de forma a aumentar o risco de contaminação por Covid-19.

Foto: GP1Wellington Dias e Dr. Pessoa
Wellington Dias e Dr. Pessoa

Na decisão dada na manha de hoje, o juiz frisou que a autonomia conferida pela Constituição Federal aos Municípios não lhes autoriza a legislar contrariamente à proteção aos direitos fundamentais, em especial à vida, à saúde e à integridade física. “Antes de proteger o direito ao trabalho e o direito dos empresários de exercerem sua atividade econômica, deve o legislador garantir proteção à vida, à dignidade e à segurança das pessoas”, diz.

O juiz determinou a intimação do Município de Teresina para cumprir a decisão judicial, sob pena de aplicação de multa de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), por dia de descumprimento.

Recuo

O decreto chegou a ser divulgado pela Prefeitura de Teresina, na terça-feira (13), divergindo do decreto estadual assinado pelo governador Wellington Dias (PT), que determinou lockdown em todo o Piauí nos dias 16, 17 e 18 de abril (sexta, sábado e domingo), no entanto, na noite desta quarta-feira (14), o prefeito Dr. Pessoa recuou e publicou outro decreto mantendo o fechamento do comércio amanhã.

Clique aqui e confira o novo decreto

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.