GP1

Piauí

Chega a 452 o número de famílias desabrigadas em Teresina

“Esse número saiu de 424 e passou para 452", disse o secretário da Defesa Civil, Carlos Ribeiro.

A quantidade de famílias desabrigadas em Teresina em decorrência das chuvas tem aumentado a cada dia. Em entrevista ao GP1 na manhã deste sábado (08), o secretário municipal da Defesa Civil, Carlos Ribeiro, informou que passou de 424 para 452 o número de famílias que necessitaram deixar suas residências por conta dos estragos causados pelas enchentes.

“Esse número saiu de 424 e passou para 452. A prefeitura, por meio da Defesa Civil e de outros órgãos competentes, continua fazendo esse trabalho de atenção aos desabrigados”, declarou Carlos Ribeiro que terá uma reunião com o prefeito Dr. Pessoa na manhã de hoje.

Foto: Lucas Dias/GP1Secretário Carlos Ribeiro
Secretário Carlos Ribeiro

Visita

Nessa sexta-feira (07), o prefeito de Teresina Dr. Pessoa (MDB) e o governador Wellington Dias (PT-PI) visitaram as áreas mais atingidas pelas fortes chuvas que caíram na Capital nos últimos dias. O governador afirmou que vai garantir todo apoio necessário aos municípios afetados pelas chuvas e que vai trabalhar em conjunto com os gestores.

“Nós estamos trabalhando nessa parte humanitária, de atendimento com alimentação, abrigos, colchões, enfim, agora inclusive situações de pessoas que perderam seus bens. Por outro lado, nós vamos ter que trabalhar também ações duradouras, tem pessoas que moram ali em uma área que a vida toda tem a situação do risco, então é possível trabalhar alguma alternativa, é uma galeria, é uma alternativa de habitação em um local seguro, ou seja, já tratamos com o prefeito em Uruçuí, também em Floriano, aqui em Teresina já tivemos agenda com Dr, Pessoa, ele mesmo já está trabalhando alguns projetos, e trabalhar de forma antecipada”, ressaltou o governador do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.