Fechar
GP1

Piauí

Piauí receberá R$ 2,9 milhões do Fundo de Financiamento do Nordeste

Os recursos são para financiamento de projetos, investimentos, aquisição de estoque e custeio de gastos.

Em 2023, o Piauí receberá o total de R$ 2,9 milhões do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) que deverão ser aportados em atividades urbanas e rurais. A destinação do dinheiro é realizada pelo Banco do Nordeste (BNB), com Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Ao todo, R$ 34,6 bilhões serão divididos entres os estados e essa proposta é a maior previsão anual de recursos do FNE até o momento e representa um crescimento de 9,4% em relação a 2022. Os recursos possibilitam o financiamento de projetos para abertura do próprio negócio, investimentos para expansão das atividades, aquisição de estoque e até para custeio de gastos gerais relacionados à administração, como aluguel, folha de pagamento e despesas com água, energia e telefone.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Dinheiro em especie
Dinheiro em especie

Embora as operações de crédito sejam voltadas, prioritariamente, a atividades de pequeno e médio porte, também são asseguradas condições atrativas de financiamento a grandes investidores. Os recursos atendem todos os estados do Nordeste, além das porções norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.


Desses recursos, o montante que o Piauí receberá equivale a 8,4%, para o restante dos estados, a previsão de aplicação dos recursos apresentados seguirá a seguinte proporção: 23,9% para a Bahia, 15,1% para o Ceará, 13,7% para Pernambuco, 10,3% para o Maranhão, 5,7% para Minas Gerais, 6,1% para o Rio Grande do Norte, 5,3% para a Paraíba, 5% para Alagoas, 5% para Sergipe e 1,5% para o Espírito Santo.

Do total de R$ 34,6 bilhões do FNE, mais de R$ 12 bilhões serão destinados ao setor rural. Em seguida, aparece o setor de infraestrutura, com a proposta de R$ 10,4 bilhões, além das áreas de comércio e serviços (mais de R$ 7 bilhões), industrial (R$ 2,9 bilhões) e de turismo (R$ 718 milhões).

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.