Fechar
GP1

Piauí

Ônibus Lilás leva serviços às mulheres do Residencial Lindalma Soares

O evento incluiu palestras sobre violência contra a mulher e a Lei Maria da Penha, dentre outras ações.

A Secretaria de Estado das Mulheres do Piauí (Sempi), em colaboração com a Secretaria da Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) e a Defensoria Pública do Estado, promoveram, neste sábado (8), diversas atividades na sede do Conselho Comunitário dos Moradores do Residencial Lindalma Soares (COMRELIS), em Teresina. O evento incluiu palestras sobre violência contra a mulher e a Lei Maria da Penha, atendimento psicossocial individualizado, atualização e emissão de novas identidades, serviços de autocuidado com cabeleireira e uma feira de artesanato.

A presidente do Conselho Comunitário do Residencial Lindalma Soares, Natália Feitosa, destacou que essa iniciativa engloba uma série de ações voltadas para o benefício das mulheres em diversas áreas, incluindo a renovação da cidadania por meio da emissão de documentos, além de outras atividades de conscientização. “A comunidade foi informada sobre políticas públicas e iniciativas educativas, o que é de extrema importância”, ressaltou.

Foto: Divulgação/AscomÔnibus Lilás leva serviços às mulheres do Residencial Lindalma Soares
Ônibus Lilás leva serviços às mulheres do Residencial Lindalma Soares

As atividades da Sempi estão sendo desenvolvidas por intermédio do Ônibus Lilás, que tem como objetivo atender as comunidades mais vulneráveis, oferecendo serviços essenciais como emissão de documentos, apoio psicológico e ações de empoderamento, com foco especial nas mulheres que enfrentam violência doméstica.


O Ônibus continua sua jornada de apoio às comunidades, chegando em Rio Grande do Piauí em 10 de junho, Ribeira do Piauí em 11 de junho, Socorro do Piauí em 12 de junho, São Francisco do Piauí em 13 de junho e, finalmente, Nazaré do Piauí em 14 de junho.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.