GP1

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de matar o pai de Rico Melquiades

Populares denunciaram o paradeiro do suspeito à Polícia Civil. A prisão foi no interior de Pernambuco.

O suspeito de assassinar o pai do humorista Rico Melquiades, identificado pelas iniciais L. E. dos S. S., 19 anos, foi preso nesta terça-feira (26), em Garanhuns, no interior de Pernambuco. O humorista e participante de "A Fazenda 13" expôs no reality show que seu pai foi assassinado em Maceió, Alagoas, ainda em 2017. A repercussão do relato ajudou a Polícia Civil de Alagoas a localizar o suspeito do crime, após a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) receber denúncias sobre o paradeiro dele.

Conforme a Polícia Civil, Manuel Araújo Santiago, tinha 54 anos e era policial militar, inclusive, o suspeito do assassinato era seu enteado, no entanto, ele não aceitava a relação de Manuel com sua mãe. Além disso, o jovem era envolvido com o tráfico de drogas na região da Chã da Jaqueira, em Maceió, e achava que o militar estaria entregando os traficantes da região à polícia. Foram essas as motivações pelas quais o suspeito armou uma emboscada com outros traficantes e assassinou a tiros o pai de Rico Melquiades, segundo a Polícia Civil.

Diante da repercussão do relato de Rico na Fazenda 13, as equipes da DHPP começaram a receber denúncias feitas por populares, informando o paradeiro do suspeito. Foi então que os policiais verificaram que tinha um mandado de busca e apreensão aberto em seu desfavor e após diligências, conseguiram localizar o suspeito no interior de Pernambuco, onde foi preso em casa na companhia de sua companheira.

Após a prisão, L. E. dos S. S. está em Maceió, onde será apresentado na Vara da Infância e Juventude. Devido ao fato do suspeito ser adolescente na data em que ocorreu o assassinato, ele responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.