GP1

Polícia

DEPRE prende dupla e apreende drogas avaliadas em R$ 200 mil em Teresina

De acordo com a DEPRE, o material entorpecente continha maconha, cocaína e skank.

Marcelo Cardoso/GP1 Droga apreendida com os acusados Droga apreendida com os acusados
Marcelo Cardoso/GP1 Balança apreendida Balança apreendida
Marcelo Cardoso/GP1 Droga apreendida no valor de 200 mil Droga apreendida no valor de 200 mil
Marcelo Cardoso/GP1 Super maconha apreendida Super maconha apreendida
Marcelo Cardoso/GP1 Balança de precisão Balança de precisão
Marcelo Cardoso/GP1 Cocaína apreendida Cocaína apreendida
Marcelo Cardoso/GP1 Droga apreendida Droga apreendida
Marcelo Cardoso/GP1 Delegado Everton Ferrer Delegado Everton Ferrer
Marcelo Cardoso/GP1 Luccy Keiko Luccy Keiko

Um homem identificado como Francisco José Fontenele Pereira, vulgo “Chico Doca” e outro ainda não identificado, ambos acusados de tráfico de drogas, foram presos nesta terça-feira (04) por policiais da Delegacia de Prevenção e Repressão à Entorpecentes (DEPRE), com cerca de R$ 200 mil em entorpecentes nos bairros Saci e Dirceu, localizados na zona sul e sudeste de Teresina, respectivamente.

Em entrevista à imprensa, o delegado Everton Férrer, coordenador da Depre, informou que um dos suspeitos estava sendo monitorado pela DEPRE e foi constatado que ele saiu do bairro Vermelha para ir na residência de outro acusado no Dirceu. Os policias abordaram um veículo de modelo Gol e encontram drogas e em seguida entraram na casa e acharam o restante do entorpecente.

“A gente vinha com um trabalho de investigação há alguns dias e recebemos informações e pedimos um mandado de busca no bairro Vermelha. Os policiais foram nesse local onde estava nosso alvo e vimos que ele se movimentava para a zona sudeste, no bairro Dirceu. Ele chegou até uma residência e assim que saiu, realizamos a abordagem em um veículo de modelo Gol branco, e encontramos somente dois tablets de drogas. Com essa quantidade os policiais entraram na casa e encontraram mais drogas”, informou.

Ainda de acordo com o delegado, pela quantidade de drogas a DEPRE aponta que o entorpecente tenha o valor de pelo menos R$ 200 mil. Ambos os acusados são de regiões diferenciadas do Piauí, um deles é de Campo Maior e outro de Castelo do Piauí.

“Encontramos maconha cocaína e Skank, em uma das peças de cocaína, ela poderia ser comercializada e com isso ter um faturamento de R$ 100 mil, então considerando esse material temos R$ 200 mil em drogas pelo menos. Dos dois acusados, um é da região de Campo Maior e outro de Castelo do Piauí”, ressaltou.

Prisão em 2017

Chico Doca também já havia sido preso em setembro de 2017, por tráfico de drogas, na rodoviária da cidade de Tianguá-CE, após darem cumprimento a um mandado de prisão preventiva que estava em aberto em desfavor dele.

Após a abordagem, a polícia foi com ele até sua residência e encontrou 14kg de maconha, muito dinheiro trocado e duas balanças de precisão.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.