GP1

Política

PSD pede cassação do mandato de Jean Wyllys

O motivo da cassação seria por quebra de decoro parlamentar.

Na noite de quarta-feira (11) Guilherme Campos, presidente do PSD, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), por quebra de decoro parlamentar ao denegrir a imagem do deputado João Rodrigues (PSD) em bate-boca ocorrido no dia 28 de outubro no plenário da Câmara dos deputados.

De acordo com o G1, a discussão começou quando o deputado do PSD subiu a tribuna para fazer criticas a parlamentares que são contra a revogação do Estatuto do Desarmamento. No discurso feito, João Rodrigues fez ironias a trajetória do deputado do PSOLe chegou a chamá-lo de escoria do país.

Imagem: Gustavo Lima/Câmara dos Deputadosdeputado João Rodrigues (PSD)  e deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) (Imagem:Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)Deputado João Rodrigues (PSD) e deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ)

Para revidar, o deputado Jean Wyllys chamou o colega de “fascista” e “ladrão”. O parlamentar ainda citou o vídeo pornô que Rodrigues teria assistido durante uma sessão em maio.

A representação está na Mesa Diretora da Câmara e de lá vai ser despachada para o Conselho de Ética da Câmara, após três sessões ordinárias, conforme o regimento interno.
Se o deputado tiver o processo por quebra de decoro acatado, a sentença pode resultar em absolvição, censura oral ou escrita, suspensão ou cassação do mandato.

Resposta de Wyllys


Referente à acusação de quebra de decoro parlamentar, Jean Wyllys sustenta que “não disse nada que não fosse verdade”.

O deputado ainda disse que a representação feita pelo PSD é uma retaliação de deputados aliados ao presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pelo fato do PSOL ter sido o autor do pedido de cassação do mandado do peemedebista.

O deputado Eduardo Cunha é alvo de um processo por quebra de decoro parlamentar sob a acusação de ter mentido à CPI da Petrobras quando disse que não possui contas bancárias no exterior.

Flagra

Uma equipe de televisão brasileira flagrou, durante uma sessão na Câmara, o deputado João Rodrigues (PSD-SC), ao lado dos colegas vendo fotos e vídeos pornôs em seu celular. A cena aconteceu durante uma sessão da Câmara em maio.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.