GP1

Política

Marcelo Castro diz que antecipação do pleito de 2022 prejudica o Piauí

Ele fez a observação ao ser questionado pelos jornalistas se estaria com o nome à disposição para concorrer ao Palácio de Karnak no pleito que se avizinha.

O senador Marcelo Castro, que também preside o MDB no Piauí, disse à imprensa na manhã desta segunda-feira (11), que a antecipação das discussões políticas sobre as eleições de 2022 acaba prejudicando o Estado. Ele fez a observação ao ser questionado pelos jornalistas se estaria com o nome à disposição para concorrer ao Palácio de Karnak no pleito que se avizinha.

Para Marcelo, o momento agora é de unir as forças para ajudar nas administrações do governador Wellington Dias (PT-PI) e do prefeito de Teresina. Dr. Pessoa (MDB).

Foto: Alef Leão/GP1Marcelo Castro
Marcelo Castro

“O momento é de esforço para trazer recursos para nosso Estado e para Teresina. Terminamos uma campanha agora. Vamos deixar isso [candidatura ao Governo] para 2022. É prematuro e não ajuda uma divisão de forças políticas. O momento é de se unir para ajudar a administração do governador Wellington Dias e de Dr. Pessoa. Não é hora de discutir política”, declarou o senador.

Café da manhã

Marcelo Castro e alguns membros da bancada federal piauiense, estiveram reunidos com o prefeito Dr. Pessoa durante um café da manhã nesta segunda-feira na presidência da Assembleia Legislativa do Piauí.

O encontro ciceroneado pelo presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB), serviu para que o chefe do executivo expusesse as principais demandas da Capital aos parlamentares que deverão colaborar com a destinação de emendas.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.