GP1

Política

PSOL Piauí elege novo dirigente e descarta aliança com PT em 2022

A escolha do advogado Emerson Sammuel para dirigir o partido retrata um novo momento para a legenda.

O advogado Emerson Sammuel, 28 anos, foi eleito o novo presidente do PSOL no Piauí. A eleição se deu durante o 7º congresso do partido, durante esse final de semana. Em entrevista ao GP1, o novo dirigente falou dos desafios e projetos do partido e descartou qualquer aliança com o Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2022.

A escolha de Emerson Sammuel para dirigir o partido retrata um novo momento para a legenda. O advogado tem o perfil que representa a juventude, aliado à defesa dos direitos humanos, uma das maiores bandeiras do PSOL.

Foto: Divulgação/AscomEmerson Sammuel
Emerson Sammuel

O novo presidente frisou que no congresso o partido se reafirmou enquanto oposição no estado. “No nosso congresso a gente reafirmou esse espaço de oposição, e temos que vocalizar a palavra da militância do partido e as resistências que estão sendo construídas com diversos movimentos sociais aqui no Piauí”, declarou.

Questionado sobre os planos para o partido, sobretudo em relação à 2022, Emerson Sammuel ressaltou que o PSOL Piauí seguirá fazendo oposição ao governo Wellington Dias, e também criticou a oposição liderada por Ciro Nogueira.

“O PSOL reforça seu espaço de oposição programática ao governo Wellington Dias e não identifica em nenhuma das pré-candidaturas que estão aí colocadas um compromisso de fortalecimento de políticas públicas, que já estão sofrendo muito no governo Bolsonaro. Do outro lado temos Ciro Nogueira reforçando agenda do governo Bolsonaro e esse jogo político não contempla as pessoas, então o partido vai ter candidatura própria”, afirmou.

Perfil

Formado em direito pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Emerson Sammuel trabalhou no último período na Assessoria Técnica Independente das famílias atingidas pelo Rompimento da Barragem Córrego do Feijão de Brumadinho, foi assessor jurídico da Comissão Pastoral da Terra do Piauí e possui uma trajetória no movimento estudantil da Uespi, como articulador da Campanha SOS Uespi. Atuou na assessoria jurídica dos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCE) da Uespi e da UFPI. É membro do MNU - Movimento Negro Unificado, e foi candidato a deputado estadual pelo PSOL nas eleições de 2018.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.