GP1

Política

CPI dos combustíveis pode ser instalada na Alepi

O pedido de CPI contou com a assinatura de deputados da base do Governo do Estado e da oposição.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, Henrique Pires (MDB) protocolou junto a Mesa Diretora da Casa o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar as causas dos valores dos combustíveis serem tão altos, mesmo diante de sucessivas reduções de impostos. O pedido de CPI contou com a assinatura de deputados da base do Governo e da oposição.

Entre os que assinaram estão Teresa Britto (PV), Gessivaldo Isaías (Republicanos), Wilson Brandão e Gustavo Neiva do Progressistas, Carlos Augusto (MDB), Evaldo Gomes Solidariedade), Firmino Paulo e Ziza Carvalho do PT. “A sociedade precisa de respostas. Uma delas é porque o preço do combustível em Parnaíba e outra cidades do Piauí é mais barato que na nossa capital”, afirma o deputado.

Em outubro do ano passado a Alepi chegou a realizar uma audiência pública para discutir o tema. O debate foi requerido pelos deputados Henrique Pires Marden Menezes (PSDB) e pela deputada Teresa Britto (PV). Foram convidados para a audiência representantes das categorias do comércio, indústria, Governo do Estado, agronegócio, postos de combustíveis, transporte de passageiros e de cargas e representantes nacionais do setor. Um dos convidados nacionais foi o engenheiro químico Rogério Mattos, que tem mais de sete anos de experiência na Petrobras.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.