Fechar
GP1

Política

Átila Filho diz que está à disposição para ajudar gestão de Rafael

"Fui eleito pela oposição, mas não impede que tenhamos um bom relacionamento com governador", falou.

O deputado federal Átila Filho (Progressistas-PI) conversou com o GP1 nesta quinta-feira (13) e falou sobre a declaração do deputado federal Merlong Solano (PT-PI), que revelou a relação harmônica entre eles, mesmo estando em partidos adversários. Átila esclareceu que as divergências partidárias não serão empecilhos para manterem uma relação harmônica, inclusive, com o próprio governador piauiense Rafael Fonteles, que é do Partido dos Trabalhadores.

Átila Filho explicou à nossa reportagem que, no Congresso Nacional, se colocou à disposição do Governo do Estado para resolver as demandas que sejam de interesse do Piauí.

Foto: Lucas Dias/GP1Átila Filho
Átila Filho

“Acredito que ainda não seja necessariamente uma relação política [com o PT]. A princípio, esse alinhamento é mais a nível nacional, até porque no estado fui eleito pela oposição e devo permanecer nela, mas isso não impede que tenhamos um bom relacionamento com o governador Rafael e no que ele precisar, estarei à disposição para ajudar”, declarou Átila, que está em seu primeiro mandato.


Bloco

O deputado federal do PP falou também sobre a movimentação político de seu partido que trabalha para montar no Congresso, um grupo político robusto para dar sustentação nas votações importantes da Casa. “Aqui em Brasília estamos conversando, formando o maior bloco do Congresso, com o intuito de dar sustentabilidade nas votações importantes do Brasil, principalmente, relacionadas a essas medidas provisórias que estão chegando a Casa”, enfatizou Átila Filho.

Elogios mútuos

Na semana passada, Merlong Solano falou, em entrevista ao GP1, que nutria uma boa relação com Átila Filho e que essa boa convivência era mútua. “Eu tenho uma ótima relação com o deputado Merlong. Na verdade, a nossa bancada por inteiro é bem relacionada, muito unida. Inclusive, esse relacionamento positivo com o Merlong vem desde o meu pai, eles foram secretários juntos na época do governo do Wilson Martins, ou seja, temos uma grande afinidade e o que tiver de importante para o Piauí e para o Brasil nós estamos trabalhando juntos, votando juntos”, enfatizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.