GP1

Londrina - Paraná

Polícia interrompe velório de influencer encontrada morta no Paraná

A interrupção ocorreu após uma denúncia anônima, por isso, o corpo da mulher precisou ser retirado.

A Polícia Civil e o Instituto de Médico Legal (IML) interromperam o velório da influencer Ellen Jacqueline da Silva, de 39 anos, para que a causa de sua morte fosse devidamente investigada pelas autoridades. Ela havia sido encontrada morta em um hotel de Londrina, no Paraná.

A interrupção ocorreu após uma denúncia anônima. Segundo os investigadores, com isso o corpo da mulher precisou ser retirado do local.

Foto: Reprodução/Redes SociaisEllen Jacqueline
Ellen Jacqueline

O corpo estava sendo velado na Capela Mortuária do Parque Jamaica, em Londrina, quando foi recolhido pelo Instituto Médico Legal. De acordo com o delegado Hernandes Alves, a morte de Ellen, pode ter sido causada de forma violenta.

“Houve uma denúncia dando conta de que a morte teria sido provocada de forma violenta. Em razão disso, o corpo foi encaminhado para necropsia. Vamos abrir um inquérito para apurar. Ainda não temos nada de concreto, como medida de cautela, pedimos esses exames para dar início ao inquérito”, informou o delegado Hernandes Alves, responsável pelas investigações, em entrevista ao Uol.

Segundo o IML, uma avaliação preliminar não apontou vestígios que indiquem morte violenta. Porém, após a denúncia, outros exames foram realizados e o corpo foi liberado no mesmo dia para ser enterrado. Os resultados da nova perícia vão dizer a causa da morte e devem ficar prontos em até três meses.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.