GP1

Saúde

Hospital de Moscou inicia vacinação com imunizante contra covid-19

Casos de coronavírus têm crescido na Rússia desde setembro, mas autoridades resistem em impor um lockdown.
Por Estadão Conteúdo

A Rússia entregou o primeiro lote conhecido de vacinas Sputnik V para uso civil em um hospital ao sul de Moscou, anunciou nesta segunda-feira, 30, o estabelecimento, que já está vacinando a população local desde a semana passada.

A Rússia, que está correndo para acompanhar as farmacêuticas de outros países na corrida por um imunizante contra o coronavírus, disse que os resultados dos testes provisórios mostram que a vacina Sputnik V tem 92% de eficácia na proteção das pessoas contra a covid-19.

O Hospital Central de Domodedovo disse em sua página oficial que os residentes que queriam ser vacinados tinham de se registrar em um site do governo com antecedência e trazer um resultado negativo do teste de covid-19 e documentos de identificação no dia.

Os casos de coronavírus aumentaram na Rússia desde setembro, mas as autoridades resistiram em impor um fechamento comercial rígido e disseram que medidas paliativas são suficientes para lidar com a crise.

As autoridades confirmaram 26.338 novos casos de coronavírus na segunda-feira, incluindo 6.511 em Moscou e 3.691 em São Petersburgo, elevando o total nacional para 2.295.654 desde o início da pandemia. Eles também relataram 368 mortes nas últimas 24 horas, elevando o número oficial de mortos para 39.895.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rússia começa a vacinar seus militares contra covid-19

Covid-19: Rússia concorda em produzir vacina Sputnik V na Índia

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.