Política

Aluísio Martins defende união do PT nas eleições da APPM em 2017

"Enquanto houver esses dois nomes, certamente o nosso governador [Wellington Dias] não vai se envolver na campanha", afirmou o parlamentar.

PRISCILA CALDAS

O deputado estadual Aluísio Martins (PT) afirmou ao GP1 que o ideal é que o Partido dos Trabalhadores se una, na busca da presidência da APPM. A sigla hoje possui dois prefeitos como pré-candidatos: Gil Carlos, de São João do Piauí, e Patrícia Leal, de Altos.

Questionado se o fato de terem esses dois nomes na busca do cargo pode atrapalhar o partido, Aluísio Martins respondeu: “eu acho que sim. O ideal é que o partido se una, para que possa realmente apresentar um nome, e enquanto houver esses dois nomes, certamente o nosso governador [Wellington Dias] não vai se envolver na campanha, por isso há um compromisso, inclusive desses pré-candidatos conversarem, para chegar um entendimento, e com isso, marchar unidos nesse momento”.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Aluisio MartinsAluisio Martins

“Mas ainda há tempo. A eleição é só em janeiro, então eu acho que vai haver esse entendimento dentro do partido. O objetivo é ter só um nome porque são dois nomes importantes do partido e a APPM de fato, é uma entidade que tem força, mas se não houver união dos prefeitos, ‘aí’ realmente a APPM fica fragmentada”, defendeu Aluísio Martins. A opinião do parlamentar coincide com a da senadora petista, Regina Sousa, que afirmou anteriormente que o fato de “ter apenas um único nome seria bem melhor”.

Os dois nomes

Ambos do PT, Gil Carlos e Patrícia Leal seguem firmes na busca de apoio político, para disputar a presidência da Associação Piauiense dos Municípios (APPM).

  • Foto: Lucas Dias/GP1APPMAPPM

O prefeito de São João do Piauí já fechou acordo com o prefeito de Água Branca, Jonas Moura, que será o primeiro vice-presidente da chapa. Além disso, os prefeitos Valdemar Santos, de São José dos Peixes, será o segundo vice-presidente e Dó Bacelar, do município de Porto, será o terceiro vice-presidente. O prefeito de Caridade do Piauí, Toninho da Caridade, que já havia se manifestado como um dos pré-candidatos, retirou a pré-candidatura e deve apoiar o prefeito são-joanense.

Enquanto isso, Patrícia Leal já conta com o apoio do padrinho político e deputado federal, Assis Carvalho. O parlamentar argumentou que “na eleição anterior, Patrícia teve a grandeza de retirar o nome dela em favor de outro candidato da base, o prefeito Paulo Martins. Não é justo pedir que ela repita o gesto este ano”.


Link do texto:

Aluísio Martins defende união do PT nas eleições da APPM em 2017
http://www.gp1.com.br/noticias/aluisio-martins-defende-uniao-do-pt-nas-eleicoes-da-appm-em-2017-404377.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.