Mundo

Coreia do Sul veta importação de produtos da Sadia e Perdigão

Medida anunciada pelo governo sul-coreano tem caráter temporário e faz parte de um esforço para intensificar a fiscalização.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Ministério da Agricultura da Coreia do Sul informou em comunicado nesta segunda-feira (20), que vai intensificar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e banir temporariamente a venda de produtos da BRF (de marcas como Sadia e Perdigão), após o escândalo deflagrado pela Operação Carne Fraca.

De acordo com informações doExame, o ministério disse ainda que fornecedores brasileiros de carne de frango terão que enviar um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro. Quase metade do frango importado pela Coreia do Sul no ano passado foi fornecido pela BRF. Mais de 80% das 107.400 toneladas de frango vieram do Brasil.

  • Foto: DivulgaçãoFrangos Sadia e PerdigãoFrangos Sadia e Perdigão

Na sexta-feira (17), a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, com o objetivo de combater a corrupção de agentes públicos federais e crimes contra Saúde Pública. Segundo a PF, o caso envolve grandes empresas, como a JBS (de marcas como Friboi, Swift e Seara) e BRF (marcas como Sadia e Perdigão) por comercializarem carne estragada no Brasil e no exterior.