Brasil

Defesa do ex-presidente Lula ingressa com recurso após condenação

No pedido protocolado na Justiça Federal no Paraná, os advogados de defesa afirmam que o objetivo do recurso é suprir as omissões, contradições e obscuridades da sentença.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ingressou na sexta-feira (15) com Embargos de Declaração contra a decisão do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, quecondenou o ex-presidente a 9 anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo o G1, no pedido protocolado na Justiça Federal no Paraná, os advogados de defesa afirmam que o objetivo do recurso é suprir as omissões, contradições e obscuridades da sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro. A ideia é tentar reverter a decisão de condenação que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

  • Foto: Alex Silva/Estadão ConteúdoLula durante coletiva sobre sua condenaçãoLula

Sérgio Moro afirma em sua decisão que Lula era o “líder máximo” do esquema sistematizado de corrupção descoberto na Petrobras e replicado em outras estatais e negócios do Governo Federal. A delação feita pelo ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, foi a principal responsável pela condenação.

O ex-presidenteLula chegou a conceder entrevista coletivaonde negou os crimes e disse que estava sendo vítima de perseguição política, devido ao seu interesse em se candidatar novamente a presidência. Destacou ainda que "se alguém pensa que com essa sentença me tiraram do jogo, pode saber que eu estou no jogo", disse o ex-presidente”.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB