Piauí - Teresina

Desembargador suspende realização de assembleia da Unimed Teresina

Na decisão, o desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar alegou que a situação tomou uma gravidade de grande proporção.

BRUNA DIAS

- atualizado

O desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar, do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, decidiu, em agravo de instrumento, requerido pela diretoria executiva da Unimed Teresina, suspender a Assembleia Geral Extraordinária que seria realizada pelo Conselho Fiscal da Unimed às 17h desta quarta-feira (23), no auditório do hotel Blue Tree, situado na avenida Marechal Castelo Branco, bairro Ilhotas, zona sul da Capital. Também determinou a intimação dos envolvidos por carta, para que respondam no prazo de 15 dias.

Na decisão, o desembargador argumentou que os membros do Conselho Fiscal, após deliberarem em Assembleia Geral realizada no dia 24 de outubro pela contratação de novas auditorias externas, a serem indicadas pelo Conselho, não deram aos médicos denunciantes o direito de defesa. Alegou ainda que a situação tomou uma gravidade de grande proporção.

  • Foto: Lucas Dias/GP1UnimedUnimed

Entenda o caso

Médicos cooperados ao Grupo Unimed em Teresina, que compõem o plano de saúde Unimed e os hospitais Unimed Ilhotas e Primavera, acusaram a diretoria executiva do grupo de diversas irregularidades, como desvio dos recursos da cooperativa. Os profissionais também pediram a destituição da equipe que forma a diretoria presidida por Leonardo Eulálio de Araújo Lima. Após a denúncia, o Conselho convocou uma Assembleia Geral com o objetivo de destituir a atual diretoria executiva. 

No dia 16 de novembro, o presidente e vice-presidente da Unimed Teresina, Leonardo Eulálio e Luiz Edson dos Santos Costa, respectivamente, ingressaram na Justiça, com Ação Ordinária de Nulidade de Ato Jurídico com pedido de antecipação de tutela provisória de urgência contra os membros do Conselho Fiscal, a fim de suspender a Assembleia Geral convocada pelo Conselho, para discutir possíveis irregularidades encontradas em uma auditoria que foi realizada, além de destituir a atual diretoria.

Na segunda-feira (21), o juiz da 6ª Vara Cível da Comarca de Teresina, Édson Rogério Leitão Rodrigues, rejeitou o pedido formulado pelo médico Leonardo Eulálio, para suspender a Assembleia Geral marcada pelo Conselho Fiscal da cooperativa para esta quarta-feira (23). Na decisão, o juiz afirmou que no estatuto da Unimed não há nenhuma menção “quanto ao local e à data de realização das reuniões do Conselho Fiscal”.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Desembargador suspende realização de assembleia da Unimed Teresina
http://www.gp1.com.br/noticias/desembargador-suspende-realizacao-de-assembleia-da-unimed-teresina-404846.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.