Piauí

Estudantes ficam sem aula na UFPI após portas serem vedadas

Por meio de nota, o movimento estudantil Endireita UFPI, que se opõe às “ideologias de esquerda”, se posicionou contrariamente as ações de hoje (28) e alertou que a atitude não ficará impune.

PRISCILA CALDAS E BRUNA DIAS

- atualizado

GP1 recebeu na manhã desta segunda-feira (28) fotografias de portas e paredes do Centro de Ciências da Educação (CCE) e da Rádio Universitária, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), pichadas. As imagens mostram também que havia durepox nas portas do local, impedindo os alunos do curso de jornalismo, artes e música de terem aula.

  • Foto: Carlos GaethPortas pichadas na Universidade Federal do PiauíPortas pichadas na Universidade Federal do Piauí

O auditório do CCE está ocupado por alunos da instituição desde o dia 18 deste mês. A previsão é que os estudantes fiquem no local até o dia 13 de dezembro, que é quando o Senado Federal se manifestará quanto a votação da (Proposta de Emenda Parlamentar) PEC 55, que prevê cortes de gastos públicos, incluindo áreas como saúde e educação.

A Universidade Federal do Piauí se manifestou por meio de nota a respeito do caso das portas bloqueadas no Centro de Ciências da Educação (CCE) e informou que estão sendo tomadas todas providências para retirada dos lacres das portas para que as aulas sejam normalizadas.

Confira a nota na íntegra

Nota de Esclarecimento

A administração superior da Universidade Federal do Piauí informa que todas as medidas necessárias sobre o caso das portas bloqueadas no Centro de Ciências da Educação (CCE) já estão sendo tomadas e que os serviços para a retirada dos lacres das portas estão sendo concluídos visando a normalização do uso das salas.

Atenciosamente,
Coordenadoria de Comunicação Social da UFPI
  • Foto: Carlos GaethHomem tenta restaurar fechadura na UFPIHomem tenta restaurar fechadura na UFPI

Através de nota, o movimento estudantil Endireita UFPI, que se opõe às “ideologias de esquerda”, se posicionou contrariamente as ações de hoje (28) e alertou que a atitude não ficará impune.

Confira a nota na íntegra!

Nota de repúdio!

Na manhã desta segunda-feira (28 de novembro), um aluno da comunicação social constatou que a FM universitária voltou a ser atacada, picharam e ainda colocaram durepox nas fechaduras da FM e de salas de aula dos cursos de jornalismo, artes e música!

Esse tipo de atitude autoritária não pode e nem vai ficar impune!

Tenham certeza que as medidas judiciais serão tomadas!

Uma pequena parcela de alunos inconformados com a queda de sua presidente não podem, de forma alguma, desrespeitar os direitos dos outros dessa forma!

Atenciosamente,

Movimento EndireitaUfpi!

  • Foto: Carlos GaethRádio Universitária da UFPI amanhece pichadaRádio Universitária da UFPI amanhece pichada

Ocupa UFPI

Procurado pelo GP1, na manhã de hoje (28), o movimento Ocupa UFPI não foi localizado para se posicionar acerca dos acontecidos na universidade.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Estudantes ficam sem aula na UFPI após portas serem vedadas
http://www.gp1.com.br/noticias/estudantes-ficam-sem-aula-na-ufpi-apos-portas-serem-vedadas-405095.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.