Piauí - Teresina

Firmino Filho afirma que Teresina não precisa do Uber

De acordo com o prefeito, a prefeitura licitou recentemente cerca de 480 alvarás de taxi e que o Uber não é um serviço regulamentado.

JOCIARA LUZ

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), se mostrou contra o Uber durante entrevista ao Jornal Agora, da Tv Meio Norte, nesta terça-feira (22). O prefeito afirmou que o serviço de transporte de passageiros precisa ser regulamentado pelo Estado, pois passa por diversas questões como segurança do passageiro e cobra da tarifa.

Firmino afirmou que já havia se posicionado contra o Uber durante a campanha para Prefeitura de Teresina e chamou para o processo de desregulamentação que as novas tecnologias vêm trazendo aos serviços. “Está existindo com a tecnologia uma espécie de desregulamentação de vários serviços. É importante que a gente possa parar e fazer uma reflexão, veja só: Porque existe um alvará de taxi? Basicamente porque esse é um serviço que precisa ser, de alguma forma regulado pelo Estado. Ou seja, nós temos que regular do ponto de vista da medição da tarifa, nós temos que regular por exemplo, dos bons antecedentes do motorista, nós temos que regular com relação ao estado de conservação e manutenção do carro, enfim, saber se está apto para prestar um bom serviço”, afirmou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

O prefeito ressaltou que a segurança que o passageiro possui é decorrente da regulamentação do serviço de táxi. Ele também questionou as ferramentas trazidas pelas novas tecnologias valem a pena: “Faz sentido ter um serviço que não tem regulamentação só porque nós temos uma nova tecnologia? Isso é uma pergunta que eu faço”.

O tucano também ressaltou que padronização que existia no início da implantação do Uber no Brasil deixou de acontecer porque o serviço está estabilizado. “Na hora de entrar no mercado, para acabar com o modelo de mercado que existe hoje, para acabar a estruturação e regulação que existe hoje, eles se utilizam dos carros que são os mais bonitos, depois que o mercado está completamente desregulado qualquer tipo de prestação de serviço vai acontecer e isso nos preocupa, pq esse é um mercado que precisa de regulamentação, porque tem a ver com segurança, tem a ver com o respeito a observância da tarifa, tem a ver com a questão das condições do próprio veículo e do condutor, então eu vejo com muita cautela toda essa discussão”, analisou.

Firmino Filho ainda comentou o aumento no número de alvarás de taxis abertos pela Prefeitura de Teresina e afirmou que o município não precisa do Uber. “Recentemente nós fizemos na cidade de Teresina uma licitação para quase 480 alvará de táxi. Eu acredito que Teresina, com essa chegada de quase 480 alvarás de taxi, não estamos precisando de crescimento. Nesse momento não é necessário. E qualquer tipo de mudança nós temos que trabalhar sempre com a regulação”.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Firmino Filho afirma que Teresina não precisa do Uber
http://www.gp1.com.br/noticias/firmino-filho-afirma-que-teresina-nao-precisa-do-uber-404797.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.