Blog Opinião
GP1

Internet, "suck it"


A cerimônia do Golden Globe, sob a sombra da crise e de nova greve em Hollywood, é resumida em galerias de vídeos no site da premiação e no Gawker. Mais uma vez, Tina Fey fez a melhor piada e a mais substantiva, questionando a internet, que está aí para não deixar ninguém se achar grande coisa, apesar dos prêmios.

Fey, que produz a série "30 Rock" para a NBC, mandou três comentaristas de internet "suck it", algo como "vão chupar". Deu os codinomes, Dianefan, Cougar-letter e BabsonLacrosse, que postam anonimamente no blog Envelope, do "Los Angeles Times". Os dois primeiros seriam na verdade a mesma pessoa.

A internet é obsessão da TV no ano novo, não só nos EUA mas por aqui. Na global "Caminho das Índias", um personagem é blogueiro, outro tem avatar no decadente Second Life. E o diretor da novela diz que a internet "conecta o público" e "está na ordem do dia". O blog Canal 1 contrapõe:

_ Na verdade, pesquisas da própria Globo revelam que a televisão aberta, principalmente no horário noturno, continua perdendo audiência para o mundo virtual. Não é ainda um bicho-papão, só que incomoda bastante.

Oligopólio 1 - Em Santa Catarina, o Ministério Público entrou com ação contra o grupo RBS para anular a compra do jornal "A Notícia" e reduzir o número de emissoras "ao máximo permitido por lei, duas". O objetivo, noticia o TeleSíntese, é "evitar que o grupo de comunicação passe a tutelar o direito de informação dos cidadãos catarinenses".

Oligopólio 2 - Também por lá, o "Diário Catarinense", do RBS, destacou que a Associação dos Clubes saúda a volta do grupo à transmissão do campeonato estadual, "até pela amplitude que a RBS consegue dar, pelas suas emissoras de televisão, rádio, jornais, internet". A Record, que já havia comprado os direitos, soltou nota e questiona.

Escrito por Nelson de Sá, blogueiro folha online

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.