Blog Opinião
GP1

Também Vou Reclamar


* Por Zé da Cruz

Imagem: Foto: GP1Zé da Cruz(Imagem:Foto: GP1)Zé da Cruz


Já dizia Raul dos Santos Seixas, há dez mil anos atrás, que todo mundo tem que reclamar. Eu, como maluco beleza, tento outra vez, e digo: viva a sociedade alternativa” cujo proponente iria fazer sessenta e oito anos de metamorfose ambulante se não tivesse... pluct...plact... zum.

Nao sou Caetano Veloso e muito menos tenho twitter, mas esse início de conversa é uma sincera homenagem ao pai do rock brasileiro, em tempos de efervescência pela busca de direitos que só existem na constituição. O Brasil deu uma guinada e fez os generais políticos deste pais saírem detrás da mesa com o c. na mão e desautorizarem a PEC 37, colocarem royalties do petróleo 100% para educação e saúde, e transformarem a corrupção em crime hediondo, aliás será que essa medida terá efeito retroativo? Tomara que sim.

Eu também quero botar meu bloco na rua e dizer que a saúde pública no Brasil tá de mal a pior. Se fosse emitir um boletim médico o diagnóstico seria: coma induzido.Não vou nem falar do HU,HPM,HGV,HUT,PQP e outros de pequeno porte como os hospitais da periferia e postos de saúde. Só pra você ter uma ideia desse caos vou citar o exemplo de um cidadão, jovem de 28 anos, residente do Parque da Vitória que sofreu um acidente de moto e espera há quase dois anos na fila quilométrica do SUS para fazer uma cirurgia ortopédica na perna. A esperança é que um dia ele consiga, espero que já não tenha passado do prazo operatório, e que ele não tenha de sofrer um novo calvário e mesmo assim acabar amputando a perna.

Falar da realidade da jovem mãe solteira que tem de se desdobrar para trabalhar e cuidar do filho, ganhando um salário miserável que muitas vezes tem que dividir com outra jovem para ajudar a cuidar do seu rebento. Não podemos esquecer também as despesas com água, luz, telefone, comida, remédios, transporte , impostos de toda natureza e patati ....patatá...

Eu nem ouso falar em cultura e arte onde o investimento é quase zero. Talvez porque estimule o povo a pensar e refletir. Estou falando dessa idiotização da mídia moderna em especial essas de alcance de massa com telelenovelas de baixíssimo nível onde programaticamente ensinam como ser mal em dez lições com notoriedade e sucesso; telejornais cada dia mais sensacionalistas e permissivos em mostrar a violência e o que há de mais degradante no ser humano sem nenhum pudor ou responsabilidade.

Falo de redações cada dia mais comercias interessadas em vender, onde informar é um mero detalhe nas mãos de semi deuses que decidem quem aparece e quem tem razão; programas de auditórios onde o animador expõe a fragilidade dos entrevistados por uma bonificação através de uma viagem, uma joia, dinheiro,casa. Vale tudo no “Roloentrando”, “De volta pra casa”,”Fazenda”, “Casa dos Artistas” para aumentar pontos num tal de IBOPE, e consequentemente engordar as contas bancárias dos magnatas desses realityies shows ao vivo e sem cores. O povo coitado vendo tudo de longe, bestializado.

Talvez as vozes roucas das ruas sirvam para quebrar esse transe nacional e midiático, e para que o povo veja que nesse circo tá faltando pão e outras necessidades básicas que não faziam muita falta na Idade Média, mas que são primordiais, agora e no futuro. Espero que Don Donadone não seja o único a ser punido pra servir como exemplo. Mais uma vez o povo brasileiro brada por liberdade, fraternidade, igualdade, acrescentando: honestidade.

*Zé da Cruz é poeta e liderança comunitária



*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.