GP1

Gil Paraibano revoluciona e Picos deverá ser a cidade mais iluminada do Piauí

O prefeito de Picos fez dois investimentos milionários em iluminação pública na cidade.

Picos deverá ser a cidade mais iluminada do Piauí, no que depender do prefeito Gil Paraibano. Isso porque o gestor revolucionou e fez dois investimentos milionários em iluminação pública no município.

Em apenas dois meses Gil Paraibano fechou quatro contratos no valor total de R$ 5,3 milhões para fornecimento de lâmpadas, reatores, luminárias e transformadores para Picos.

Foto: GP1Ex-prefeito Gil Paraibano (Progressistas)
Ex-prefeito Gil Paraibano (Progressistas)

Contratos em maio

Só no mês de maio deste ano, o gestor firmou contratos com três empresas por meio do Pregão Presencial 011/2021 para aquisição de R$ 2.276.700,00 (dois milhões, duzentos e setenta e seis mil e setecentos reais) em lâmpadas, reatores, luminárias e transformadores, destinados ao Fundo Municipal e Iluminação Pública. 

Os contratos foram celebrados com as empresas: Reinaldo Construções no valor de R$ 1.658.350,00 (um milhão, seiscentos e cinquenta e oito mil e trezentos e cinquenta reais); Mundo das Tintas no valor de R$ 99.950,00 (noventa e nove mil e novecentos e cinquenta reais) e Kildary Home Center no valor total de R$ 518.400,00 (quinhentos e dezoito mil e quatrocentos reais). Os contratos foram assinados no dia 12 de maio e valem até 31 de dezembro de 2021 e todas as empresas ficam situadas na cidade de Picos.

Contrato em julho

Dois meses depois, no dia 30 de julho, Gil Paraibano fechou outro contrato com a empresa Reinaldo Construções, desta vez por meio do Pregão Presencial 039/2021, pela bagatela de R$ 3.042,979,20 (três milhões, quarenta e dois mil, novecentos e setenta e nove reais e vinte centavos), para aquisição de lâmpadas de led. O contrato também vale apenas até 31 de dezembro de 2021.

Com tantos milhões envolvidos, Gil Paraibano demonstra que poderá faltar tudo na cidade de Picos, menos iluminação.

Confira aqui os extratos dos contratos

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.