GP1

Brasil

Shopping na zona leste de SP tem tiroteio após assalto a joalheria

Segundo a polícia, não há registro de feridos após confronto entre suspeitos e seguranças do Aricanduva.
Por Estadão Conteúdo

Seguranças e criminosos trocaram tiros no Shopping Aricanduva, localizado na zona leste de São Paulo, após assalto a uma joalheria no fim da manhã desta quarta-feira, 29. Os suspeitos fugiram em um carro após o crime e depois o abandonaram nas proximidades do local. Não há relatos de vítimas.

Conforme informações preliminares da Polícia Militar de São Paulo, o confronto ocorreu volta de 11h50, quando os policiais foram acionados para apurar um crime de roubo a um dos estabelecimentos do shopping.

Agentes do 19° Batalhão de Polícia Militar foram deslocados para o local. Quando chegaram, o assalto já havia sido consumado e os cinco criminosos tinham fugido com joias roubadas guardadas em mochilas.

A polícia localizou o veículo usado na fuga, com marcas de tiros e placas de outro carro, abandonado nas proximidades. A ocorrência foi apresentada no 66º DP (Vale do Aricanduva), que prosseguirá nas investigações. Não há relatos de feridos, segundo a polícia.

Procurado pela reportagem, o Shopping Aricanduva confirmou, em nota, que havia ocorrido uma tentativa de assalto a uma joalheria nesta quarta. “A Polícia Militar foi acionada e o shopping opera normalmente”, afirmou a gestão do estabelecimento.

Outros casos

No fim de semana, dois assaltos em shoppings acabaram em mortes, em Campinas e no Rio.

Um suspeito morreu em um assalto a duas joalherias no Shopping Parque D.Pedro, em Campinas, interior de São Paulo, no sábado à noite. Também no sábado, um segurança foi morto durante roubo a uma joalheria no Village Mall, na Barra da Tijuca, no Rio. A troca de tiros provocou pânico entre funcionários e clientes.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.