Fechar
GP1

Brasil

Cadela da PRF que deu prejuízo de R$ 62 milhões ao tráfico se aposenta

Nas redes sociais, a PRF agradeceu a Fiona por seu trabalho exemplar no combate ao tráfico de drogas.

A cadela Fiona, da raça pastor holandês, se aposentou após seis anos de serviços prestados à Polícia Rodoviária Federal (PRF). Nas redes sociais, a PRF agradeceu à Fiona por seu trabalho exemplar e ressaltou suas contribuições significativas para o combate ao tráfico de drogas e armas.

Desde sua entrada na cooperação, a cachorra participou de diversas operações e apreensões em Goiás, causando um prejuízo estimado em R$ 60 milhões ao crime organizado, ao localizar drogas e armas de fogo.

A post shared by PRF em Goiás (@prf_go)


No seu último dia de serviço, na quinta-feira (6), Fiona realizou a inspeção de um ônibus que saía de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, com destino a Brasília. Durante a operação, a cadela encontrou maconha dentro da mochila de uma criança.

Fiona foi pioneira no Grupo de Operações com Cães da PRF em Goiás, sendo responsável por apreensões de mais de cinco toneladas de maconha, 500 kg de cocaína e 30 armas de fogo. Ela liderou a prisão de 15 traficantes na unidade operacional de Uruaçu e apreendeu 2 kg de MDMA em Curitiba.

Fiona foi adotada pelo policial federal Tobias Mesquita da Silva, que expressou grande entusiasmo em proporcionar um lar cheio de amor para a cadela. Além de Fiona, outro cão policial, Turco, que trabalhou ao lado dela, também foi adotado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.