STF cede e Lula ganha a liberdade

- atualizado
  • Foto: DivulgaçãoJúlio César CardosoJúlio César Cardoso

Disse Lula: "tô livre para ajudar a libertar o Brasil dessa loucura que está acontecendo no nosso país".

Lula continua sendo o mesmo falastrão, o bufão de plateia medíocre e tenta esconder que se trata de um criminoso solto. Lula é um caso irremediável de loucura patológica, que Freud pode explicar.

O Brasil não precisa e nunca precisou contar com a ajuda de um desequilibrado, que se corrompeu e contribuiu para quase levar o país à bancarrota. Lula é um autêntico truão de circo decadente.

Lula e sua quadrilha ameaçaram parar o país caso ele fosse preso. E o país parou? Quem parou foi Lula no xilindró de luxo da Polícia Federal, em Curitiba.

Agora, com as conhecidas bravatas, Lula, solto, volta a fazer ameaças. Mas são ameaças iguaizinhas aos latidos dos valentões cães vira-latas. Não temos medo. Ladrão que ladra não morde ninguém. E se Lula botar as manguinhas pra fora, acionando o seu "exercito bolchevique”, vai se surpreender com o que o capitão e presidente Jair Bolsonaro pode estar certamente preparando pra ele.

Lula e sua corriola de protetores, logo após deixar a prisão, pareciam mais um amontoado de carne podre rodeado de hienas famintas.

Temos que olhar o país sem aqueles que se locupletam com a corrupção; que se enriquecem à custa da miséria do povo; que semeiam programas assistencialistas visando apenas abiscoitar votos; que não têm escrúpulo de fazer acordos espúrios com empreiteiras e depois se beneficiar das propinas, como provou e comprovou a Operação Lava-Jato.

Não é somente Lula que é corrupto. Mas ele é o pior deles. O PT passou 13 anos no poder, e, por exemplo, o índice de desenvolvimento do Nordeste continua baixo e com um povo sofrido. Enquanto neste período, Lula e seus filhos ficaram ricos com a máquina de fazer dinheiro.

O aumento da pobreza pode ser percebido nas grandes cidades brasileiras com pessoas morando nas ruas em decorrência do desemprego. Tudo isso é uma consequência substantiva da desastrosa política econômica dos governos petistas de Lula e Dilma, baseada em medidas nitidamente artificiais, que criaram a ilusão de o povo de menor renda poder consumir, mas que agora estão pagando as consequências e deveriam ir reclamar da dobradinha Lula/Dilma.

Temos que empinar a bandeira verde e amarela de um Brasil sem cor partidária. E criticar, independente de quem esteja no poder, aquele que não se comporta com ética, moralidade, patriotismo e não cuida com zelo e decência os destinos do país.

Lula, Dilma e o PT saquearam a República, dilapidaram o patrimônio da Petrobras, financiaram a custo quase zero e de forma criminosa Venezuela, Cuba e países africanos. Deixaram a governança com o país com mais de 13 milhões de pessoas desempregadas e endividadas, empresas quebradas, inflação alta, taxa SELIC nas alturas, descrédito junto à comunidade financeira internacional, enfim, largaram o Brasil à beira do precipício. Logo, não se pode aplaudir e nem ter saudades do PT!

Júlio César Cardoso

Servidor federal aposentado

Balneário Camboriú-SC

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Este blog é sobre a opinião do leitor