GP1

Coronavírus no Piauí

Osmar Júnior diz que governo espera que rede privada suspenda aulas

O governador Wellington Dias (PT) assinou decreto suspendendo as aulas, afetando as escolas públicas estaduais e orientou a suspensão das aulas na iniciativa privada.

O secretário estadual de Governo, Osmar Júnior, afirmou que o governo espera que as escolas da rede privada de ensino também suspendam as aulas pelos próximos 15 dias, seguindo a mesma decisão da administração estadual por causa do coronavírus, o covid-19.

O governador Wellington Dias (PT) assinou decreto suspendendo as aulas, afetando as escolas públicas estaduais, assim como a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), com a antecipação das férias escolares. A Universidade Federal do Piauí, o Instituto Federal do Piauí, o Instituto Dom Barreto e o CEV são algumas das unidades escolares que também anunciaram a suspensão das aulas. No decreto o governador Wellington Dias orientou a suspensão das aulas na iniciativa privada.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osmar JúniorOsmar Júnior

Osmar Júnior explicou que para a rede privada o governo não pode determinar a suspensão das aulas, mas que espera que a orientação do governador Wellington Dias seja acatado.

“O decreto orienta a rede privada de ensino assim como a rede municipal para que acompanhe o estado na suspensão das aulas. Isso é importante, exatamente, porque nesse momento podemos evitar o contato o máximo que pudermos, reduzir o contato entre a pessoas e esse é o veículo principal de transmissão. Aqueles países que adotaram a redução e circulação das pessoas, tiveram uma crise menor do coronavírus. É uma recomendação, pois a iniciativa privada é regulamentada pelo Ministério da Saúde que tem uma série de exigências para qualquer evento, portanto se há um rigor, seremos ainda mais rigoroso”, afirmou o secretário.

Além da suspensão das aulas, o governador também suspendeu a realização de eventos na administração pública em locais fechados para evitar a aglomeração com pessoas.

“Na administração pública estão suspensos os eventos que reúnam mais de 50 pessoas em locais fechados e em lugar aberto com mais de 100 pessoas. No fim o governo escreve normas para os servidores que estão em área de risco e os que estão de férias no caso de eventual necessidade”, explicou Osmar Júnior.

Aulas suspensas

As aulas da rede estadual de ensino foram suspensas durante 15 dias. O período, segundo o secretário Ellen Gera, faz parte da antecipação de férias e não vai prejudicar o ano letivo. “Os estudantes, por medida de segurança, de prevenção, estarão em casa. Vamos a partir de então fazer um trabalho junto às unidades escolares para que a gente possa fazer uma reorganização dos calendários escolares. Antecipando as férias desta forma ainda estamos preservando os 200 dias letivos que estão previstos”, disse.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Secretário da Educação, Ellen GeraSecretário da Educação, Ellen Gera

O secretário recomendou ainda a suspensão das aulas do ensino superior, sejam universidades públicas ou privadas. Para os estudantes que vão prestar vestibular este ano, a secretaria vai abrir o canal Pré-Enem Seduc nas redes sociais, onde haverão aulas específicas para o exame.

“A Secretaria de Educação conta com um canal de mediação tecnológica, um canal via satélite e para que os estudantes possam acompanhar de casa, vamos abrir o sinal do canal educação por meio das plataformas da web, YouTube, Facebook e outros portais para que isso seja aberto tanto para a rede estadual como para o grande público”, explicou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Instituto Dom Barreto e CEV suspendem aulas devido ao coronavírus

Wellington suspende aulas de escolas e da Uespi devido ao coronavírus

Coronavírus: confira as medidas que estão sendo tomadas no Piauí

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.