GP1

Coronavírus no Piauí

Ministério da Saúde estabelece prazo para dose de reforço da Janssen

A Coordenação de Imunização da Sesapi apontou que, o Piauí, ao todo, recebeu 49.800 doses da Janssen.

A Secretaria de Estado de Saúde – Sesapi – recebeu nesta sexta-feira (26), a nota técnica do Ministério da Saúde, orientando sobre os prazos referentes a dose de reforço da vacina da Janssen, contra a covid-19. O documento do Governo Federal orienta que a 2ª dose ocorra entre 2 até 6 meses da primeira aplicação.

A Coordenação de Imunização da Sesapi apontou que, o Piauí, ao todo, recebeu 49.800 doses da Janssen. O primeiro lote do imunizante foi recebido no dia 24 de junho, com 21.250 doses, no dia 3 de julho foram 27.250 doses e o último, no dia 7 de agosto, foi de 1.300 doses.

Foto: Divulgação/AscomVacina Janssen
Vacina Janssen

A nota técnica ainda explica que a estratégia pontual de aplicação deste reforço dependerá do cenário epidemiológico local e adjacências e condições específicas da população que receberá o imunizante da Janssen previamente. Cerca de 2 milhões de doses da Janssen estão em análise do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e a previsão de liberação é para 05 de dezembro.

O laboratório deve enviar mais 2,8 milhões de doses no começo de dezembro e o restante até o fim do mês. Esses quantitativos são suficientes para a aplicação do reforço de quem se vacinou com a Janssen dentro do intervalo recomendado de até seis meses.

O Ministério da Saúde também pontuou que o reforço em mulheres gestantes que tomaram a Janssen previamente deverão receber a dose de reforço da Pfizer, respeitando o intervalo de dois meses, podendo chegar a seis meses.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.