GP1

Economia e Negócios

Banco do Brasil lança programa para cortar 5 mil funcionários

Banco ainda informou o fechamento de 112 agências.

O Banco do Brasil anunciou hoje (11) dois programas de desligamento de funcionários, visando o corte de pelo menos cinco mil empregados.

Foram aprovados duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários: Programa de Adequação de Quadros (PAQ), a fim de otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos nas Unidades do banco, e o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos. Os Programas possuem regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão.

O número final de adesões, assim como o impacto financeiro, serão informados após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro.

O anúncio ao mercado foi feito em comunicado assinado pelo vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores do Banco do Brasil, Carlos José da Costa André.

O anúncio também comunica a desativação de 361 unidades, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 Postos de Atendimento (PA). O programa de reestruturação prevê, ainda, a conversão de 243 agências em postos de atendimento e oito postos de atendimento serão transformados em agências.

A economia líquida anual estimada com despesas administrativas gerada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.