GP1

Eleições 2022

Sílvio Mendes admite se filiar ao PP para ser candidato a governador

De acordo com ex-prefeito de Teresina, o PT seria o único partido que ele jamais se filiaria.

Vem repercutindo no meio político a declaração do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), concedida ao GP1 na última sexta-feira (03), afirmando que o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB) terá que retornar aos quadros Progressistas, caso seja o escolhido para liderar a chapa majoritária da oposição em 2022.

Durante entrevista à nossa reportagem neste domingo (05), o ex-chefe do Palácio da Cidade admitiu a possibilidade de mudança e afirmou que o PT seria o único partido que jamais se filiaria. Sílvio ainda fez questão de esclarecer que a palavra entre ele e Ciro sempre foi honrada, sem segredos.

Foto: Lucas Dias/GP1Entrevista com o Sílvio Mendes
Entrevista com Sílvio Mendes

“Não temos [ele e Ciro Nogueira] segredos e sempre a palavra foi honrada. Só não irei para o PT”, afirmou Mendes admitindo a possibilidade de regressar ao Progressistas.

Entenda

Na última sexta-feira (03), Ciro Nogueira respondeu de forma positiva ao questionamento feito pelo GP1 sobre a necessidade de Sílvio trocar o PSDB pelo PP, caso seja o nome escolhido para capitanear a chapa da oposição em 2022. Na ocasião, o ministro da Casa Civil explicou que seria algo natural Sílvio regressar ao Progressistas, se for o candidato.

"Isso só vai acontecer [Sílvio se filiar ao PP] depois de definir quem será o candidato. É muito difícil o candidato não ser do Progressistas, se for cabeça de chapa. Por conta da quantidade de prefeitos e lideranças, isso acaba sendo uma exigência. É o natural Sílvio ir para o PP [caso seja o escolhido para liderar a chapa da oposição]", declarou Ciro Nogueira na ocasião.

Iracema no circuito

Além do ex-prefeito Sílvio Mendes, a deputada federal Iracema Portella (PP), também está com o nome colocado para o Palácio de Karnak. O prefeito de Floriano Joel Rodrigues (PP) segue cotado para ocupar o espaço de senador na chapa majoritária do grupo.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.