GP1

Maranhão

Prefeitura de Timon vai lançar licitação para contratar empresas de ônibus

A informação foi comunicada aos representantes da Câmara Municipal de Timon durante reunião com membros da base governista nesta manhã.

O diretor do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana de Timon, Saney Sampaio, afirmou na manhã desta terça-feira (09) que vai encaminhar, até o dia 22 de março, o Plano Geral de Outorgas para aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), ministérios e Tribunal de Contas da União (TCU), a fim de que seja lançado o edital de licitação para contratação de empresas de transporte público urbano, que tenham interesse em operar na cidade de Timon pelos próximos 10 anos.

A informação foi comunicada aos representantes da Câmara Municipal de Timon durante reunião com membros da base governista nesta manhã. A população da cidade tem enfrentado sérios problemas, desde o último dia 17 de janeiro, quando a empresa Dois Irmãos decretou falência, abrindo mão de todas as linhas que operava em Timon.

Foto: Divulgação/AscomSaney Sampaio, diretor do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana
Saney Sampaio, diretor do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana

“Estamos preparando um sistema de licitação para que uma ou mais empresa possam, a partir de agora, começar a operar todo sistema de transporte entre as duas cidades. O contrato vai durar dez anos e a gente acredita que vai resolver definitivamente o processo de transporte entre as duas cidades”, explica Saney.

Como forma de amenizar a situação, Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana de Timon transferiu as linhas da empresa Dois Irmãos para a Timon City, que vai assumir os itinerários pelo prazo de seis meses, operando com bilhetagem eletrônica. Após orientação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o CIMU deu início à transferência emergencial de todas as linhas operadas pela empresa Dois Irmão para a Timon City.

“A gente inicia dentro de 180 dias o sistema de bilhetagem eletrônica, de modo a garantir ao usuário o direito à meia passagem, à gratuidade e ao transporte eficiente de qualidade”, finalizou o diretor do CIMU.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.